conecte-se conosco

Educação

Aulas on-line até 2021?

Parecer aprovado pelo CNE diz que ensino a distância será necessário até o próximo ano

Foto: Banco de imagens

Conselho Nacional da Educação (CNE) aprovou no dia 7 de julho de 2020 o parecer com orientações para a retomada gradual de aulas e atividades pedagógicas presenciais. 

Mesmo com a criação do protocolo de retorno às aulas presenciais, o órgão reforçou que o retorno não dará conta de toda a oferta de aprendizado e que a presença do ensino a distância será necessária, até, pelo menos, 2021.

O texto apresenta 14 pontos com recomendações gerais para o planejamento da volta às aulas presenciais. Confira!

  • Observação dos protocolos sanitários nacional e locais;
  • Coordenação e cooperação de ações entre os níveis de governo;
  • Estabelecimento de Redes Colaborativas entre níveis educacionais e entidades públicas e particulares;
  • Coordenação territorial;
  • Estabelecimento do calendário de retorno;
  • Planejamento do calendário de retorno;
  • Comunicação, com ampla divulgação dos calendários, protocolos e esquemas de reabertura;
  • Formação e capacitação de professores e funcionários;
  • Acolhimento, com atenção especial a todos os alunos considerando as questões socioemocionais que podem ter afetado muitos estudantes, famílias e profissionais da escola durante o isolamento;
  • Planejamento das atividades de recuperação dos alunos;
  • Flexibilização acadêmica, considerando a possibilidade de planejar um continuum curricular 2020-2021;
  • Coordenação do Calendário 2020-2021;
  • Flexibilização regulatória, com a revisão dos critérios adotados nos processos de avaliação com o objetivo de evitar o aumento da reprovação e do abandono escolar;
  • Flexibilização da frequência escolar presencial.

A elaboração do documento contou com a participação do Ministério da Educação e de entidades como: União dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME); o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed); a União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME); a FNCEM; e o Fórum da Entidades Educacionais; além da interlocução com especialistas e entidades da sociedade civil.

Ainda segundo a cartilha, o texto destaca que a retomada deve considerar fatores do ensino remoto durante o período de isolamento como, por exemplo, “as diferenças no aprendizado entre os alunos que têm maiores possibilidades de apoio dos pais” e “as diferenças observadas entre os alunos de uma mesma escola em sua resiliência, motivação e habilidades para aprender de forma autônoma online ou off-line”. 

De acordo com o documento, as recomendações descritas devem ser consideradas como sugestões aos sistemas de ensino, redes, escolas, professores e gestores. O parecer já foi aprovado no CNE por unanimidade e está em revisão para a homologação no MEC. 

Por Willian Netto – Edu Notícias

Clique para comentar

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vestibular e Enem

Termina nesta sexta-feira prazo de inscrição para o Enem 2023

Provas serão aplicadas em 5 e 12 de novembro; taxa custa R$ 85

Publicado

on

Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Hoje, sexta-feira (16), encerra-se o prazo de inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2023. O exame será realizado nos dias 5 e 12 de novembro. Os interessados em participar ainda têm a oportunidade de se cadastrar na Página do Participante. É importante ressaltar que a taxa de inscrição no valor de R$ 85 deve ser paga até o dia 21 de junho.

O edital contendo o cronograma e as diretrizes para o Enem 2023 foi divulgado no início deste mês. Além de fornecer informações sobre as datas e horários das provas, o documento detalha os documentos necessários e as obrigações dos participantes, incluindo as situações em que um candidato pode ser eliminado.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep) também incluiu no edital critérios para a correção das provas e procedimentos para pessoas que necessitam de cuidados especiais durante a realização do exame.

Os gabaritos das provas objetivas serão disponibilizados no dia 24 de novembro, no portal do Inep. Já os resultados individuais serão divulgados em 16 de janeiro de 2024, também no mesmo site.

Continue lendo

Vestibular e Enem

Inscrições do Enem abrem hoje: Prepare-se para o exame mais aguardado do ano

Taxa de inscrição custa R$ 85 e deve ser paga até dia 21

Publicado

on

Arquivo Agência Brasil

A partir desta segunda-feira (5), os estudantes interessados em participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) poderão realizar suas inscrições. O certame está programado para ocorrer nos dias 5 e 12 de novembro, e o prazo para se cadastrar na Página do Participante se estenderá até o dia 16 de junho. É importante ressaltar que a taxa de inscrição é de R$ 85 e deve ser quitada até o dia 21 de junho.

O edital do Enem 2023, contendo o cronograma completo e as regras para a realização do exame, foi divulgado no início deste mês. Além de apresentar as datas e horários das provas, o documento detalha os documentos necessários para a inscrição e as responsabilidades do participante, incluindo as circunstâncias que podem levar à sua eliminação.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep) também incluiu no edital critérios para a correção das provas e procedimentos especiais para candidatos que necessitam de cuidados especiais durante o concurso.

Os gabaritos das provas objetivas serão disponibilizados no dia 24 de novembro no portal do Inep. Já os resultados individuais estão previstos para serem divulgados no dia 16 de janeiro de 2024, também no mesmo site.

Com a abertura das inscrições, é essencial que os estudantes se preparem adequadamente para esse importante desafio educacional, que pode abrir portas para o ingresso no ensino superior. Fiquem atentos aos prazos e boa sorte a todos os participantes do Enem 2023!

Continue lendo

Vestibular e Enem

Gil do Vigor anuncia canal no YouTube com aulas de matemática para o Enem

É planejada também a distribuição gratuita de apostila online com 200 exercícios para prática

Publicado

on

Divulgação/Redes Sociais

Nesta terça-feira (30), o ex-BBB Gil do Vigor utilizou as redes sociais para revelar seu próximo projeto: um canal no YouTube dedicado a fornecer aulas de matemática voltadas para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Em sua publicação, Gil ressaltou a importância do Enem e como essa fase é crucial para muitos estudantes. Ele expressou o desejo de utilizar seus conhecimentos e formação acadêmica para ajudar os jovens a se destacarem nas provas. O artista, graduado, mestre e doutor em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), revelou que preparou o material com carinho e cuidado.

Atualmente, Gil se encontra nos Estados Unidos, onde está cursando seu PhD em Economia na Universidade da Califórnia em Davis (UC Davis). Com o lançamento marcado para o dia 5 de junho, o canal intitulado “Matemática do Vigor” oferecerá uma apostila online gratuita com 200 exercícios para prática. Além disso, todo o conteúdo dos vídeos disponibilizados no YouTube também será gratuito.

Nos comentários da publicação, o artista recebeu apoio de amigos famosos e fãs, que demonstraram entusiasmo com a novidade. A cantora Karol Conká, que participou da edição do BBB21 ao lado de Gil, elogiou a iniciativa, enquanto o cantor Fiuk comentou: “Iradooo”. Uma fã escreveu: “O melhor professor de matemática”.

Com sua determinação e dedicação em compartilhar conhecimento, Gil do Vigor se mostra mais uma vez como um exemplo inspirador para seus seguidores.

Continue lendo

Popular