conecte-se conosco

Especiais

Brasília 61: Dra. Francisca Leão conta a trajetória dos seus 40 anos de carreira

A fundadora e presidente do Instituto de Medicina e Psicologia Integradas (IMPI), contou sobre os avanços na área da psicologia e trabalho desenvolvido pela instituição

Os avanços na área da psicologia ao longo dos anos foram muitos, no entanto, existe uma estimativa de que no futuro, o setor apresentará uma ênfase ainda maior na ciência e tecnologia. Em Brasília, há 20 anos o Instituto de Medicina e Psicologia Integradas (IMPI), é responsável por parte no progresso dos tratamentos psicológicos.

Para explicar os benefícios da utilização das tecnologias nos diagnóstico e tratamentos de questões relacionadas ao cérebro, Márcio Brum, presidente da ACEL, entrevistou para o “Brasília 61” a Dra Francisca Leão, diretora presidente do IMPI e psicóloga com mais de 40 anos de atuação.

Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

Candanga de coração, Francisca Leão cresceu, estudou e construiu sua vida em Brasília. Formada em psicologia pela Universidade de Brasília (UNB), sempre foi apaixonada por pesquisas e pela profissão que escolheu seguir, não é atoa que, além de ser referência em muitos segmentos, a Dra também foi pioneira em diversas abordagens psíquicas.

“Ao longo dos anos, já inovei diversas vezes. Sempre gostei da parte da ciência e de pesquisar, sempre tive uma inquietude em relação a busca pelo saber. A psicologia é a minha paixão, sempre digo que se tivesse que voltar a essa vida, seria psicóloga novamente”, conta a Dra Francisca.

Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

Ao longo dos seus 40 anos de carreira, a psicóloga sempre buscou por ferramentas que pudessem suprir de uma forma mais eficaz a necessidade dos pacientes, como por exemplo meios para que os mesmos pudessem ficar mais calmos rapidamente em crise de ansiedade e estresse. Entre as técnicas utilizadas pela Dra, hipnose de regressão e cinesiologia.

“Um médico tem um remédio para aliviar a dor do paciente, o psicólogo não tem nada a não ser a calma, o cuidado, a companhia e a fala. Então sempre estudei e busquei formas de aliviar a dor dos meus pacientes”, explica Francisca.

Sedenta pelo saber, quando trabalhava no Hospital da Marinha, a Dra começou a participar de um grupo de estudos e pesquisas onde a maior parte dos integrantes eram cardiologistas. Durante a rotina de trabalho, o grupo observou pacientes militares jovens com depressão, que passavam mal de ansiedade e ao fazer exames, nada era constatado.

Na época, temas como depressão, ansiedade e estresse ainda eram tabus, embora as doenças já existissem, pouco se falava ou estudava sobre. Com a frequência de casos do tipo, uma inquietude para entender de que forma a saúde mental funcionava tomou conta do grupo, que logo iniciaram os trabalhos de pesquisa em relação ao tema, relacionando a saúde mental à saúde do coração.

Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

“O cérebro está muito relacionado com o coração, começamos a observar que os pacientes ficavam com os batimentos cardíacos mais fortes quando tinham crise de ansiedade e estresse, então começamos a estudar sobre, para entender e achar novos tratamentos. Acompanhamos grupos de pacientes hipertensos, verificamos a história de pacientes que tinham muito problema de estresse e os estudos foram seguindo”, conta a Dra.

Com as pesquisas ganhando força, o grupo criou um programa de controle de estresse. Inicialmente, no ano de 1996, alugaram um consultório e começaram a aplicar o programa em alguns pacientes, o grupo tinha a intenção de criar uma clínica de controle do estresse. Os atendimentos foram dando certo e o pequeno consultório acabou se tornando o que hoje é o IMPI.

Há 22 anos atuando em Brasília, o instituto hoje possui amplo espaço físico e se destaca pelo seu atendimento diferenciado, com a utilização da modernidade e tecnologia de ponta em seus procedimentos. Tem como prioridade fornecer aos pacientes um ambiente acolhedor, onde possam se sentir confortáveis, buscando a reflexão e a melhoria da saúde mental.

Seu corpo clínico realiza em média 3.000 atendimentos por mês e conta com profissionais de elevada qualificação nas áreas de Psiquiatria, Psicologia, Neuropsicológia, Neuromodulação Cerebral, Nutrição, Terapia Ocupacional, Fonoaudiologia, Psicopedagogia, Psicomotricidade entre outros.

Na ocasião, Drª Francisca Leão recebeu uma homenagem de toda a equipe. Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

Assista a entrevista completa no nosso canal no YouTube, clicando aqui. Continue atualizado sobre esportes, política, cultura pop e outros assuntos no nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Por: Débora Oliveira

Clique para comentar

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Especiais

O Panorama dos Influenciadores: repórter mirim, João Victor, conta projeção profissional

Ainda estudante do Ensino Médio, o influenciador, de 15 anos, já almeja futuro profissional

Publicado

on

Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

O shopping Píer 21, em parceria com O Panorama, recebeu Kelson Miranda e o influenciador digital João Victor para um bate-papo sobre projeção profissional e trabalho na internet.

Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

Admirador dos profissionais de jornalismo, João Victor, de 15 anos, desde cedo cultiva um carinho especial pela área da comunicação. A desenvoltura para a apuração de notícias, o fez ficar conhecido como “repórter mirim”.

Além do título, João Victor também é influenciador digital. Com quase 10 mil seguidores no instagram, compartilha dicas de marketing digital na rede social.

Sobre o carinho recebido pelos seguidores, João confessou não estar acostumado.

“É algo surreal. Tem pessoas que eu não conheço e, mesmo assim, comentam e interagem com as publicações”, disse.

Apesar dos comentários positivos e de incentivo, João Victor também lida com desafios na carreira digital.

“Ser influenciador não é apenas pegar o celular e gravar, tem que pensar em estratégias e conteúdos”.

“A minha maior dificuldade hoje é agradar a todos. Eu sou muito perfeccionista. Antes, eu recebia uma crítica e chorava”.

Na entrevista, João Victor também falou sobre suporte familiar e os próximos passos da carreira. Confira o bate-papo completo no canal de Youtube do O Panorama, clicando aqui.

Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre de checar e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Por: Natália Ferreira

Continue lendo

Especiais

Odontologia para Todos: dentista defende o atendimento público e igualitário

Cirurgião-dentista no Hospital Universitário de Brasília, Julio Cesar é defensor do atendimento público e especializado para todos

Publicado

on

Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

O quadro “Odontologia para Todos”, recebeu o dentista Júlio Cesar Franco Almeida para uma entrevista com Ricardo Paulin. Mestre em dentística, Júlio César Franco Almeida também é doutor em materiais dentários, cirurgião-dentista do Hospital Universitário de Brasília e coronal-dentista da Polícia Militar do Distrito Federal.

Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

Na entrevista, o cirurgião-dentista reconheceu a importância do quadro feito pelo O Panorama. Para ele, a divulgação da conversa é interessante para que o assunto chegue às autoridades políticas e, efetivamente, haja uma odontologia para todos.

Nascido em Minas Gerais, município de Campina Verde, mudou-se para Brasília em 1993. Na capital, enxergou um mercado promissor. Em 1994, assumiu cargo na Polícia Militar, onde constituiu carreira por 20 anos.

Quando questionado se há a necessidade de existir serviços de saúde para cada setor militar, onde são atendidos os servidores da segurança pública e familiares, Júlio César afirma que talvez não seja o caminho correto, pois o ideal é uma odontologia para todos, sem nenhuma distinção.

No entanto, defendeu os pontos positivos do trabalho militar executado.

“As corporações militares terem o seu próprio serviço é também uma maneira de desafogar o Sistema Único de Saúde e dar oportunidade para o maior número de pessoas”.

Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

“Ter um sistema próprio de saúde é um benefício, não um privilégio”.

Na entrevista, o cirurgião-dentista falou sobre o projeto de extensão Trauma Dental Prevenção e Tratamento, desenvolvido na Universidade de Brasília, com o objetivo de oferecer à população um centro de tratamento para pessoas que sofreram trauma dental.

Segundo ele, a iniciativa dos professores do departamento de odontologia da UnB, visa um serviço multidisciplinar, visto que há a necessidade do tratamento dos traumas e também das sequelas.

Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

Para conhecer mais sobre o projeto e a atuação de Júlio Almeida em Brasília, confira a entrevista completa no canal de Youtube do O Panorama, clicando aqui.

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre de checar e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Por: Natália Ferreira

Continue lendo

Especiais

O Panorama dos Influenciadores: conheça a história da rainha da feira Karla Lorena

Em entrevista ao O Panorama, no Alameda Shopping, Karla Lorena contou a trajetória da carreira digital

Publicado

on

Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

O Alameda Shopping recebeu o entrevistador Kelson Miranda e a influenciadora digital Karla Lorena para um bate papo sobre moda e redes sociais.

Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

Com mais de 70 mil seguidores no instagram, o pontapé inicial de Karla no universo digital se deu por um processo de emagrecimento. Após um período de reeducação alimentar, a influenciadora não possuía mais o mesmo peso e teve que ajustar o guarda-roupa às novas medidas.

O local escolhido para a repaginação foi a Feira dos Goianos, localizada em Taguatinga. A partir daí, Karla ganhou visibilidade pelas novas roupas e passou a compartilhar no instagram as idas à feira.

Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

Segundo o feedback recebido pelos seguidores, Karla afirma que a Feira dos Goianos, hoje, possui consumidores de todas as classes sociais.

“Eu comecei a filmar o meu dia a dia e entendi qual caminho seguir. Porque, até então, eu não sabia qual nicho eu pertencia”.

Além do início da carreira digital, na entrevista, a influenciadora também conta os resultados do trabalho diário. Hoje, Karla faz publicidade para marcas como, Giraffas, Tesoura de Ouro e Magazine da Economia.

Karla destacou a dedicação e carinho desempenhado para levar um conteúdo de qualidade para os seguidores.

“Eu gosto de influenciar coisas boas. Você nunca vai me ver falando mal de alguém, jogando alguma maldade. Se for para influenciar, que seja para o bem. O que a gente joga para o mundo, ele te devolve”, destacou.

Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

Ao longo do bate papo, apesar de compartilhar o lado negativo da profissão, as críticas que recebe e falta de incentivo de alguns, a influenciadora fez questão de impulsionar o sonho de quem a acompanha. “Tem gente que fala: ‘isso não é trabalho. Você não vai viver. Vai fazer outra coisa, uma faculdade’”.

“Se você tem o sonho de ser um influenciador digital, não desista. É um trabalho como outro qualquer. Ganha dinheiro, sim. Vive, sim”, disse.

Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

Karla ainda deu dicas para os iniciantes na profissão. Para conferir, assista a entrevista completa no canal de Youtube do O Panorama, clicando aqui.

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre de checar e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Por: Natália Ferreira

Continue lendo

Popular