conecte-se conosco

Gastronomia

Com conceito carioca, Bar do Lago abre as portas no Deck Brasil

O novo empreendimento gastronômico inova ao unir a informalidade dos botecos cariocas com a sofisticação do Lago Sul.

Foto: Divulgação

Para os cariocas de coração, uma super novidade acaba de chegar a Brasília. Situado no Deck Brasil, na QI 11 do Lago Sul, o “Bar do Lago”, comandado pelos empresários Rafael Gagliano  Katherine Weyne, o empreendimento traz a temática de um típico boteco carioca unido à alta gastronomia.

Com um cardápio completo, o bar  promete encantar o público com a proposta. No menu assinado pelo chef Rafael, iguarias como Viera com flagrá, pancetta italiana assada, lombo de bacalhau empanado, fondutas, burrata com favo de mel e azeite de trufa branca e ostras frescas, pastéis variados e bolinho de bacalhau. 

Sobre a escolha da temática do bar, Rafael Gagliano explica que criou o Bar do Lago para ser um pedacinho do Rio de Janeiro em Brasília, um lugar que tivesse a simplicidade em seu DNA. A ideia era um ambiente descontraído, porém de  excelente atendimento com comidas e bebidas onde os amigos pudessem se encontrar. 

“Percebi que os principais bares que tinham essa proposta mais informal, com boa comida, porém feita de forma simples, acabaram fechando na pandemia. Eu já tinha o projeto do Bar do Lago guardado e, resolvi neste momento, torná-lo realidade”, conta o chef. 

No cardápio, há ainda, pratos executivos, sanduíches e tortas doces. Já a carta de drinks fica a cargo do mixologista Isaias Costa. O lugar conta ainda música ao vivo e segue todas as medidas de segurança recomendadas pela OMS. O funcionamento da casa acontece todos os dias, das 11h às 00h. 


Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre-se de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Clique para comentar

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Você sabia que no dia 29 de todo mês é celebrado o dia do nhoque da fortuna?

De acordo com a lenda italiana, é preciso saborear a comida com uma nota de dinheiro sob o prato. Na capital, o que não faltam são opções para entrar na tradição.

Publicado

on

Foto: Gui Teixeira

Todo 29 do mês é dia de comer Nhoque da fortuna! É o que diz uma lenda italiana que chegou ao Brasil por meio dos imigrantes italianos no século 19. De acordo com o conto, um certo dia 29 de dezembro, São Pantaleão perambulava faminto por um vilarejo da Itália, quando resolveu pedir comida em uma casa.

A família não se importou em compartilhar o pouco do que  tinha e dividiu o prato de nhoque com o andarilho, cabendo a cada um apenas 7 bolinhas da massa. Pantaleão comeu, agradeceu a acolhida e foi embora. Ao retirarem a mesa, a família entrou embaixo de cada um dos pratos, uma boa quantia de dinheiro. 

Após rodar o mundo, a história se transformou em um ritual, celebrado em diversos países. De acordo com a crença, a tradição atrai fortuna e sorte para o próximo mês, por isso é recomendado que seja realizada mensalmente e sempre no dia 29.

Para a superstição dar certo, é recomendado que coloque uma nota de qualquer valor e nacionalidade embaixo do prato de nhoque, sempre com 7 bolinhas da massa. Fique em pé e concentre-se para iniciar o ritual, para cada nhoque, faça um pedido. O dinheiro colocado sob o prato deve ficar guardado até o dia 29 do mês seguinte para garantir a fartura.  

Em Brasília, não faltam opções para degustar a receita tradicionalmente italiana. O Panorama separou cinco opções para provar a iguaria e colocar a simpatia em prática. Confira!

Dudu Bar

Foto: Divulgação

No Dudu Bar, a tradição italiana já é conhecida pelo chef Dudu Camargo e todos os dias 29 de cada mês, é oferecido o nhoque da fortuna. O prato considerado, por muitos, um amuleto da sorte tem cinco opções de sabores: Batata, misto de quatro queijos e bolonhesa, que sai a R$ 49,97; Mandioca – frito com ragu de rabada e vinagrete de agrião, que sai a R$ 59,97;  Batata Baroa – com molho dos sonhos, que sai a R$ 69,97; Banana ao molho de picadinho com ovo pochê, que sai a R$ 66,97 e Ricota com espinafre  Maya Bay – molho de cogumelos , manga , pimenta dedo de moça, shoyu teriyaki, que sai a R$ 59,97. A casa fica na 303 da Asa Sul e funciona de segunda a domingo.  

 ‘A Mano

Foto: Gui Teixeira

Um dos principais restaurantes de gastronomia italiana em Brasília, o ‘A Mano,  especialista em massas frescas que são feitas às vistas do público na massaria do salão principal,  tem três opções de nhoque. Gnocchi de batata doce roxa gratinado com parmesão e lagosta, que sai a R$ 102; Gnocchi de batata e trufa negra com molho de parmesão e cubos de filé mignon, que sai a R$ 87 e Gnocchi de espinafre recheado de ossobuco ao molho de queijo gouda e crosta de pistache, que sai a R$ 86. Localizado na 411 da Asa Sul, a casa funciona todos os dias.

Cantucci Osteria

Foto: Divulgação

O Gnocchi da Sorte é o primeiro e mais tradicional prato do Cantucci, tradicional restaurante italiano de Brasília. Preparado gnocchi feito na casa e molho rôti cremoso do chef com tiras de filé e cebolinha o prato sai a R$ 51 e o restaurante funciona todos os dias da semana para o almoço e jantar.

Santé 

Foto: Divulgação

Para aqueles que preferem opções vegetarianas, o nhoque do Santé é uma boa pedida! A massa é preparada com mandioca salteado ao pesto com trio de cogumelos e refogados de abobrinha com tomates. Com duas unidades, uma na Orla da Ponte JK e outra na 413 norte, a casa tem funcionamento de terça a domingo e o prato sai a R$ 59.

AROMA 

Foto: Gui Teixeira

A delicadeza e carinho do chef Ronny Peterson são algumas das características mais marcantes presentes em sua gastronomia que tem inspiração na cozinha contemporânea e criativa, com inspirações italianas, francesas e brasileiras. Localizado na 407 da Asa Sul, o AROMA tem opções de massa fresca como: Nhoque vegetariano, preparado com nhoque de espinafre com fonduta de burrata, raspas de limão siciliano e cogumelos, que sai a R$ 76; Nhoque de mandioca dourado, preparado com creme de queijo canastra, carne de sol e cebolinha, que sai a R$ 78 e Nhoque de banana da terra dourado, preparado com costelinha de leitoa desfiada e lardo de colonnata, que sai a R$ 79.

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Continue lendo

Entretenimento

Com gastronomia intimista, Trust chega a sua segunda edição em Brasília

Composto por cabanas exclusivas, a operação inaugura na próxima quarta-feira (28).

Publicado

on

Foto: Divulgação

Para aproveitar o inverno, o público brasiliense ganha uma super novidade na próxima quarta-feira (28). O Trust chega a sua segunda edição com um projeto moderno de restaurantes em cabanas intimistas. Com um novo conceito de gastronomia e entretenimento, seguindo as recomendações de restrição social provocadas pela pandemia, o empreendimento apresentou uma solução para aquelas que desejam viver uma boa experiência gastronômica sem exposição a riscos. 

A ideia surgiu em 2020, quando foi dado o pontapé inicial para o que é conhecido como gastronomia intimista, uma proposta de vanguarda entre restaurantes de renome internacional. Tamanho sucesso em sua primeira edição, o projeto retornou para mais uma temporada. Ygor Brito, um dos sócios do empreendimento, revela suas impressões sobre o impacto do projeto.

“Partindo da ideia fundamental de manter nossa clientela a salvo, longe de quaisquer riscos de saúde, investimos fortemente neste conceito de gastronomia intimista, que é, consequentemente, segura. Assim, esperamos oferecer uma experiência única, em um ambiente decorado e planejado para alcançar esse objetivo. Ou seja, não pretendemos apenas oferecer um menu único e bem cuidado, proporcionamos entretenimento e gastronomia de alta qualidade com absoluta segurança. Essa é nossa meta”, conta Ygor.

Foto: Divulgação

Para a edição 2021, as cabanas contam com opções de menus fechados que contam com entrada, prato principal e sobremesas. Além das cabanas convencionais, tem também a opção dos espaços Stella Artois, com limitação de 10 pessoas em cada lounge, especialmente preparados para aniversários ou datas comemorativas, sendo cobrado um valor de consumação mínima de R$1500,00 para todos os participantes.

Uma novidade desta nova edição será o lançamento do espumante Cheti no menu da casa. Trata-se da única bebida do gênero que contém flocos de ouro consumida aqui no Brasil. Ainda em relação ao que pode ser desfrutado pelo público, o chef Erivanio Souza explica um pouco sobre suas criações.

“Para a edição deste ano, minha inspiração foi uma cozinha franco-italiana, de culinária contemporânea e harmonização dos pratos bem pensada para oferecer ao nosso público uma altíssima gastronomia”, conta o chef responsável por assinar o menu. 

Foto: Divulgação

O Trust está localizado no Centro de Convenções Israel Pinheiro (ao lado da Ermida Dom Bosco). O funcionamento da casa acontece de terça a domingo, de 17h à 0h. As cabanas recebem de 2 a 6 pessoas, e  reservas devem ser feitas através do  site do complexo.

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre-se de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Continue lendo

Distrito Federal

Açaí Artesanal se prepara para inaugurar três novas lojas no DF, chegando a marca de 25 unidades da franquia

Com 9 anos de mercado e 22 lojas já em funcionamento, a rede de franquias brasiliense se destaca com produtos naturais e livres de conservantes químicos.

Publicado

on

Foto: Reprodução/ Instagram

O açaí é uma verdadeira paixão não só entre os brasilienses, mas sim no Brasil inteiro. Entre as várias marcas, que oferecem o produto no Distrito Federal, o Açaí Artesanal literalmente “caiu na boca do povo”. Com um açaí cultivado de forma orgânica e sustentável, a franquia brasiliense inaugura, em julho, três novas lojas na capital, completando 25 lojas no total. Os locais que ganham uma unidade da rede são Vila Planalto, Park Sul e Vicente Pires.

Assim como boa parte do comércio local, a casa enfrentou dificuldades devido a quarentena decretada pelo governo por conta da pandemia. Após 100 dias sem receber o público nas mesas de forma presencial, a marca viu uma queda de 70% no faturamento de suas 21 unidades no primeiro mês de pandemia e o fechamento de duas lojas. Dos momentos difíceis vem as reviravoltas, e a volta por cima veio.

Após investir em marketing para incentivar o consumo do açaí em casa, com pedidos no formato de delivery e takeout, a marca voltou a crescer. Consolidada no mercado, a rede se destaca por usar produtos naturais, orgânicos e sem substâncias químicas. Entre outros diferenciais da casa, Açaí Fit, que vem com whey protein, mel, castanha do Pará e morango ou banana e, o Santíssimo, com gengibre, hortelã e mel. 

Foto: Divulgação

Serviço: Açaí Artesanal

Unidades: Asa Sul (302 sul, 408 sul, 311 sul), Asa Norte (402 norte, 213 norte, 307 norte, 311 norte), Terraço Shopping, Brasília Shopping, Lago Sul (QI 11, Jardim Botânico e Solar Ville), Lago Norte (Shopping Deck Norte), Águas Claras (Rua 31 sul e Estação Arniqueiras), Guará II (QE 33), SIA (Posto BR EPTG), Taguatinga (Pistão Sul), Gama, Sudoeste, Noroeste e Sobradinho (Posto Altana).Novas unidades em julho: Vila Planalto, Park Sul e Vicente Pires

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre-se de checar e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOfici).

Continue lendo

Popular