conecte-se conosco

Brasileirão

Com golaço relâmpago, Santos atropela Napoli no Brasileiro Feminino

Pintura por cobertura de Ketlen inaugura goleada das Sereias por 5 a 1

Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/SantosFC

O Santos precisou de pouco mais de meia hora para liquidar o duelo contra o Napoli, que encerrou a quarta rodada da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. Nesta quinta-feira (29), as Sereias da Vila golearam o time catarinense por 5 a 1 na Vila Belmiro, em Santos (SP), com os primeiros quatro gols saindo antes dos 34 minutos.

As santistas assumiram o quarto lugar do Brasileirão, com oito pontos, a quatro do Corinthians, líder e próximo adversário. O clássico alvinegro será neste domingo (2), às 20h (horário de Brasília), na Vila. O Napoli caiu para 14º, na zona de rebaixamento, com os mesmos dois pontos de Minas Brasília, Bahia e Flamengo, que estão à frente pelo saldo de gols. Também no domingo (mas às 15h), as catarinenses visitam o Botafogo no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, reeditando a final da última Série A2 (segunda divisão).

Vinte segundos. Foi este o tempo que a atacante Ketlen precisou para receber a bola na entrada da área e encobrir a goleira Nicole, abrindo o placar. Aos sete minutos, a volante Brena foi lançada na área pela esquerda e rolou para a atacante Amanda Gutierrez completar na pequena área. Aos 14, Amanda cruzou pela direita e a atacante Maria Dias, livre, teve tempo de dominar e chutar. Aos 33, a meia Rita Bove abriu na direita para Maria invadir a área e tocar para trás. A bola desviou na zaga, mas Amanda se antecipou e mandou para as redes.

Na etapa final, a técnica santista Cristiane Lessa descansou algumas titulares e deu espaço a jogadoras da base. Apesar do ritmo menos intenso que o dos 45 minutos iniciais, as Sereias se mantiveram no ataque. Aos dois, a meia Julia cobrou escanteio pela direita e Brena desviou de cabeça, no cantinho direito. O sexto quase saiu aos 21. Amanda cruzou rasteiro pela esquerda e a atacante Analuyza (na pequena área e com a goleira batida, quase debaixo do travessão) pegou mal e desviou a bola rente à trave esquerda, para fora.

O duelo ficou mais equilibrado, com o Napoli marcando presença no ataque. Aos 30 minutos, as catarinenses descontaram com um bonito gol de Naiane. A atacante ganhou a disputa da zagueira Camila Martins, na entrada da área, escapou da meia Gi Fernandes e mandou no canto da goleira Michelle. A equipe de Caçador (SC) seguiu tentando diminuir o prejuízo na Vila, sem sucesso. As santistas, no contra-ataque, buscaram aumentar a vantagem, mas pararam nas defesas de Nicole.

Por: Agência Brasil

Clique para comentar

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasileirão

Brasileiro Feminino: Botafogo vence Napoli em revanche

Gloriosas decidem jogo na etapa inicial e conquistam 1ª vitória no ano

Publicado

on

Foto: Fabio de Paula/Botafogo

Deu Botafogo no primeiro reencontro com o Napoli desde a final da última Série A2 (segunda divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. Nesta segunda-feira (3), pela quinta rodada da Série A1 (primeira divisão), as Gloriosas venceram por 2 a 0 no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro.

O resultado não só tirou o Botafogo da última posição como mandou o próprio Napoli para a lanterna. O triunfo teve gosto de revanche para as alvinegras, que, no ano passado, perderam em casa o título da Série A2 para as catarinenses.

As cariocas subiram para o 13º lugar, ainda na zona de rebaixamento, com os mesmos quatro pontos de Cruzeiro e Avaí/Kindermann, que ficam à frente (e fora do Z4) pelo saldo de gols. O Napoli soma dois pontos, assim como Bahia e Minas Brasília, que deixam a equipe de Caçador (SC) na 16ª colocação, também por conta do saldo.

As Gloriosas iniciaram a partida melhor e quase abriram o placar com menos de 30 segundos, em chute da meia Vivian, de fora da área, que parou no travessão. Aos cinco, não teve quase. Vivian cobrou falta na área, pela esquerda, Amanda desviou de cabeça e a também zagueira Carol Carioca, praticamente em cima da linha, mandou para as redes.

O Napoli tentou responder aos 14 minutos, em chute colocado da meia Luana, quase da marca do pênalti, que a goleira Rubi se esticou no canto esquerdo para defender. Mas foi o Botafogo que chegou ao gol novamente. Aos 31, Juliana dominou pela esquerda e cruzou para a também atacante Brenda, de primeira, assinalar o segundo das anfitriãs.

A etapa final foi mais truncada. As catarinenses tentaram pressionar, sem sucesso. Aos 41, na chance de gol mais clara, as alvinegras quase ampliaram em belo chute cruzado de Vivian, pela direita, fora da área, que a goleira Nicole conseguiu defender no alto.

Os dois times voltam a campo neste domingo (9), às 15h (horário de Brasília). O Botafogo visita o Cruzeiro no Sesc Alterosas, em Belo Horizonte, enquanto o Napoli recebe o Minas Brasília no estádio Carlos Alberto Costa Neves, em Caçador.

Por: Agência Brasil

Continue lendo

Brasileirão

Brasileiro Feminino: Palmeiras goleia e segue na cola do Corinthians

Grêmio bate Minas Brasília e sobe para a terceira posição na tabela

Publicado

on

Foto: Vitor Silva/Botafogo

As vitórias desta quinta-feira (29) pela quarta rodada da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino mantiveram Palmeiras e Grêmio na cola do líder Corinthians. As Palestrinas superaram o Botafogo por 4 a 0 no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. Já as Gurias Gremistas derrotaram o Minas Brasília por 2 a 0 no estádio Antônio Vieira Ramos, o Vieirão, em Gravataí (RS).

Alviverdes e tricolores chegaram aos dez pontos, dois atrás do Timão. As paulistas ficam à frente das gaúchas pelo melhor saldo de gols (nove a quatro). Derrotadas pelo Palmeiras, as Gloriosas continuam com um ponto e voltaram à lanterna do Brasileiro, atrás do Cruzeiro (15º) também por causa do saldo (-7 a -4). As brasilienses, que não resistiram ao Grêmio, estão em 11º lugar, com dois pontos.

No Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, as Palestrinas foram dominantes desde os primeiros minutos. Aos dez, a atacante Bia Zaneratto lançou Thaís na esquerda, na grande área, às costas da linha de quatro defensoras do Botafogo. A zagueira cortou para a perna direita e bateu cruzado, para defesa da goleira Rubi. No rebote, a atacante Ottilia, na pequena área, mandou para as redes.

As Palestrinas se mantiveram no ataque, pressionando a saída de bola das Gloriosas. Aos 22, Bia Zaneratto fez o pivô e rolou de calcanhar para a meia Duda Santos invadir a área na esquerda e chutar cruzado, próximo à meta. Aos 40, em jogada ensaiada após cobrança de escanteio, Duda Santos cruzou da esquerda e a zagueira Agustina Barroso cabeceou com perigo, à direita da meta.

O cenário não se alterou na segunda etapa. Aos oito minutos, Bia Zaneratto cruzou rasteiro pela esquerda, a bola passou pela lateral Camilinha e sobrou nos pés da meia Ary Borges, que chutou no canto de Rubi. A pressão continuou. Aos 26, a lateral Mylena salvou uma cabeçada de Ottilia em cima da linha. A missão alvinegra ficou mais complicada aos 29, com a expulsão da zagueira Thamires.

O Palmeiras, mesmo passando a dosar o ritmo intenso adotado na maior parte do jogo, seguiu mais perigoso e transformou a vitória em goleada. Aos 41, Ottilia dominou na esquerda e deixou Bia Zaneratto na cara do gol. A Imperatriz tocou por cima de Rubi e fez o terceiro. Dois minutos depois, Duda cruzou da direita, quase na pequena área, e Camilinha, no bate-rebate, fechou o marcador.

Grêmio 2 x 0 Minas Brasília

Em Gravataí, Grêmio e Minas Brasília fizeram um primeiro tempo equilibrado. Aos 18 minutos, a meia Jane Tavares ganhou a dividida pela esquerda e bateu colocado, dentro da área, chutando rente à trave esquerda. As visitantes responderam aos 29. A atacante Kati bateu cruzado pelo lado esquerdo da área, a goleira Lorena deu rebote e a volante Pri Back, quase em cima da linha, antecipou-se a atacante Farinon e afastou.

Na etapa final, a lateral Suzana foi expulsa, deixando o Minas com uma a menos. O Grêmio aproveitou. Aos 20 minutos, a volante Rafaela cobrou escanteio pela direita, a zagueira Andressa desviou e a atacante Maiara completou para as redes. Aos 29, a goleira Karen evitou o segundo ao salvar o pênalti batido por Pri Back. Já nos acréscimos, a meia Mariza tocou na saída de Karen para a atacante Gabizinha definir o placar.

Por: Agência Brasil

Continue lendo

Brasileirão

Rogério Ceni: “A torcida flamenguista amanhece mais alegre”

Técnico desconversa sobre o futuro após a conquista do Brasileiro

Publicado

on

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Após garantir o título do Campeonato Brasileiro, na noite da última quinta-feira (25), mesmo com derrota de 2 a 1 para o São Paulo no estádio do Morumbi, o técnico Rogério Ceni afirmou que a conquista é motivo de alegria para a torcida da equipe carioca em todo o Brasil.

“Devido a tudo o que aconteceu no Brasil e no Mundo [em referência à pandemia do novo coronavírus], acho que a torcida flamenguista no Brasil como um todo, mas no Rio de Janeiro em especial, amanhece muito mais alegre, muito mais feliz”, declarou o treinador em entrevista coletiva após a partida.

Ao ser questionado sobre o sentimento em garantir a conquista do Brasileiro justamente no estádio do Morumbi, onde atuou por longos anos defendendo o São Paulo, Ceni afirmou que era um feito especial: “Comecei a minha carreira como atleta aqui. Fiquei durante 25 anos nesse clube, tenho o maior respeito e o maior carinho pelo São Paulo. É uma história que não vai se apagar nunca. Foi a primeira parte da minha vida, como atleta, vivida aqui, e sou eternamente grato. E agora, na segunda parte da minha vida, começando aqui no São Paulo como treinador, e indo para o Fortaleza, tenho esse presente que é ganhar um Campeonato Brasileiro rubro-negro. Colocar uma estrela no peito das cores vermelha e preta do Flamengo”.

Mesmo em meio a tanta festa, o treinador foi questionado sobre os rumores de que poderia deixar o Flamengo na próxima temporada. Mas ele desconversou, afirmando que o principal agora era “desfrutar ao máximo o momento”.

“Com quatro anos de carreira, ser campeão pelo Flamengo é algo fantástico. Então quero aproveitar o momento. Não tem proposta, absolutamente nada. Sigo extremamente focado no meu trabalho”, afirmou.

Por fim ele falou que compreende as críticas que recebe de parte da torcida, pelo fato de o time não apresentar o mesmo futebol da equipe dirigida pelo técnico português Jorge Jesus em 2019.

“Entendo as críticas. O Flamengo vem de um ano de 2019 extremamente vencedor, que nunca havia existido na história do clube. Entendo sempre as comparações, as críticas fazem parte do trabalho, mas espero que vocês [torcedores] entendam que, apesar de ter jogado a vida inteira no São Paulo, sempre fui o melhor cara que eu pude ser todos os dias. E em cada lugar no qual trabalhar, buscarei ser o melhor cara que posso ser todos os dias. Então fiz o meu melhor, desde que assumi o Flamengo”, concluiu Rogério Ceni.

Por: Agência Brasil

Continue lendo

Popular