conecte-se conosco

Esportes

Com três campeões, Brasil vai sete vezes ao pódio no Pan de judô

Larissa Pimenta, William Lima e Ketelyn Quadros conquistaram ouro

Foto: Divulgação/Confederação Pan-americana de Judô

O judô brasileiro subiu sete vezes ao pódio na quinta-feira (15), primeiro dia do Campeonato Pan-Americano da modalidade, em Gudalajara (México). Ao todo, foram três ouros, duas pratas e duas bronzes, que colocaram o Brasil na ponta do quadro de medalhas. O evento segue nesta sexta-feira (16), a partir das 17h (horário de Brasília), com mais oito judocas do país no tatame. O canal oficial do Comitê Olímpico do Brasil (COB) transmite as lutas ao vivo.

Campeões na quinta, Larissa Pimenta (categoria até 52 quilos), Willian Lima (até 66 quilos) e Ketleyn Quadros (até 63 quilos) amealharam 700 pontos no ranking da Federação Internacional de Judô (IJF), que define as vagas na Olimpíada de Tóquio (Japão). Os três já figuram na zona de classificação nos respectivos pesos, mas William, neste momento, estaria fora dos Jogos por ser o segundo melhor brasileiro da categoria – Daniel Cargnin está à frente.

Gabriela Chibana (até 48 quilos) e Ketelyn Nascimento (até 57 quilos) ficaram com o vice em suas categorias. Ambas iniciaram o torneio fora da zona de classificação, mas Gabriela 34ª no ranking, pode se aproximar da sul-coreana Kang Yujeong, 27ª colocada e dona, até agora, da última vaga do peso em Tóquio. Ela está 300 pontos a frente da brasileira.

Ketelyn, por sua vez, é a 39ª da categoria até 57 quilos, cerca de 1.200 pontos atrás da chinesa Lu Tungjuan, 23ª e que, no momento, fecha a relação de classificadas. A brasileira mais bem posicionada no peso é Rafaela Silva (16ª), mas a campeã olímpica da Rio 2016 foi suspensa por doping e está fora dos Jogos de Tóquio.

O pódio das duas categorias foi completado por mais duas brasileiras: Nathalia Brígida (até 48 quilos) e Jéssica Pereira (até 57 quilos). A primeira voltou a competir após longo tempo se recuperando de lesões. A segunda repetiu o resultado de 2020, quando também ficou em terceiro lugar. O Brasil também foi representado por Aléxia Castilhos (até 63 quilos) e Renan Torres (até 60 quilos), mas ambos ficaram sem medalha.

Como o Pan de 2020 foi realizado em novembro, o desempenho em ambas as competições valerá para o ranqueamento olímpico, considerando somente o melhor resultado. Os judocas campeões no ano passado (Eric Takabatake, Daniel Cargnin, Maria Portela e Maria Suelen Altheman) foram preservados da disputa de 2021.

Por: Agência Brasil

Clique para comentar

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Surfe: Ítalo Ferreira chega às quartas de final em Margaret River

Gabriel Medina é eliminado após perder para havaiano Seth Moniz

Publicado

on

Foto: WSL/Dunbar

O mar de Main Break voltou a subir, o que permitiu o retorno das disputas da etapa de Margaret River (Austrália) do Circuito Mundial de Surfe. E quem avançou para as quartas de final da competição foi o atual campeão mundial Ítalo Ferreira, que superou (por 16,57 a 10,83) o também brasileiro Caio Ibelli na noite desta quarta-feira (5).

Na próxima fase, o potiguar medirá forças com outro membro da Brazilian Storm, Filipe Toledo, que bateu Jadson Andre por 11,83 a 9,47 nas oitavas de final.

Quem ficou pelo caminho foi Gabriel Medina, que cometeu muitos erros diante do havaiano Seth Moniz. O sexto brasileiro nas oitavas, Peterson Crisanto, foi superado pelo bicampeão mundial John John Florence, que triunfou por 13,50 a 8,97.

Continue lendo

Esportes

Internacional goleia Olimpia por 6 a 1 na Libertadores

Com vitória, Colorado fica na liderança do Grupo B

Publicado

on

Foto: Silvio Avila/Direitos Reservados

Os torcedores do Internacional tiveram uma quarta-feira (5) de diferentes emoções. Primeiro veio a alegria, quando o atacante peruano Paolo Guerrero anunciou que ficaria no clube. Momentos antes da partida contra o Olímpia (Paraguai), que marcou o retorno de Taison com a camisa Colorada, veio a frustração quando Patrick foi cortado por uma lesão que vai afastá-lo do futebol por cerca de 10 dias.

No gramado do Beira-Rio, o Colorado conseguiu uma vitória avassaladora de 6 a 1 sobre os paraguaios. O resultado deixou o time comandado pelo técnico espanhol Miguel Ángel Ramírez com 6 pontos, liderando o Grupo B da Copa Libertadores.

O primeiro tempo foi modesto para o Colorado. Aos 28 minutos, o zagueiro Victor Cuesta marcou de peixinho, para abrir o marcador, após escanteio cobrado pelo lateral Rodinei.

O melhor mesmo ficou para a segunda etapa. De pênalti, aos 7 minutos, Edenílson ampliou para 2 a 0. Depois, o artilheiro Thiago Galhardo marcou dois gols em sequência, aos 18 e aos 25 minutos. O quinto veio com Yuri Alberto aos 31 minutos. Porém, o melhor ficou para o final, aos 34 minutos Caio Vidal acertou uma linda bicicleta. O Olímpia ainda reuniu forças para marcar o gol de honra aos 40, com Derlis González. Esta foi a maior goleada do Colorado na história da Libertadores.

Por: Agência Brasil

Continue lendo

Esportes

Com dois gols de Gabriel, Flamengo vence LDU em Quito

Atacante se iguala a Zico na artilharia rubro-negra na Libertadores

Publicado

on

Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

No estádio Casa Blanca, nos 2.850 metros de Quito, o Flamengo derrotou a LDU por 3 a 2 na noite desta terça-feira (4). O destaque da partida foi Gabriel Barbosa, que balançou a rede em duas oportunidades, empatando com Zico no topo da artilharia história do Rubro-Negro na história da competição continental com 16 gols.

Este foi o terceiro triunfo consecutivo da equipe da Gávea no Grupo G da Libertadores, o que lhe permitiu alcançar os 9 pontos e praticamente deixar a classificação encaminhada para as oitavas de final.

Com João Gomes e Bruno Viana nos lugares dos contundidos Gerson e Rodrigo Caio, o time comandado por Rogério Ceni mostrou segurança e eficiência. Logo aos dois minutos, Everton Ribeiro livrou-se do marcador e lançou para Gabriel Barbosa concluir com calma e abrir o marcador. Aos 12, a equipe equatoriana até marcou com Zunino, que, completamente impedido, teve o gol anulado. Aos 22, Everton Ribeiro arriscou de longe para o goleiro Gabbarini espalmar para escanteio de mão trocada. Porém, ainda antes do intervalo o Flamengo chegou ao segundo, quando, aos 30 minutos, Bruno Henrique arrematou de fora da área para marcar um belo gol.

O segundo tempo começou bem diferente para os brasileiros. Sentindo um desconforto muscular, o camisa 1 Diego Alves deu lugar a Hugo no intervalo. Já o técnico uruguaio Pablo Repetto promoveu uma mudança tripla, lançando mais dois atacantes. Logo aos 4, após cruzamento pela esquerda, Martínez Borja escorou de cabeça para diminuir e fazer valer a lei do ex no futebol, já que o colombiano foi jogador da Gávea em 2010. Após cobrança de córner, aos 15, Amarilla, de barriga, colocou tudo igual. Porém, após suportar a pressão, o Flamengo conseguiu garantir o triunfo aos 38 minutos, quando Gabriel cobrou pênalti com categoria para alcançar mais uma marca histórica.

🔴⚫🇧🇷 ¡Gabi, histórico!

🔥⚽ Con sus dos goles esta noche, @gabigol alcanzó a @Galinho1953 como máximo goleador de @Flamengo en la CONMEBOL #Libertadores.

🏆 ¡Dos campeones!#GloriaEterna pic.twitter.com/UY5NBvVtJT— CONMEBOL Libertadores (@Libertadores) May 5, 2021

O time de Rogério Ceni retornou a campo no próximo sábado (8), no Maracanã, para enfrentar o Volta Redonda pelo segundo jogo da semifinal do Campeonato Carioca. Pela Libertadores, o Mais Querido vai ao Chile na terça (11) para encarar o Unión La Calera (Chile).

Por: Agência Brasil

Continue lendo

Popular