conecte-se conosco

Esportes

Contra Peru, Brasil encerra confusa rodada tripla das eliminatórias

Tite deve repetir time que iniciou jogo interrompido contra Argentina

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O duelo contra o Peru encerra a participação do Brasil na primeira de duas rodadas triplas das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022 (Catar). A bola rola a partir das 21h30 (horário de Brasília) desta quinta-feira (9), na Arena Pernambuco, pela 10ª rodada da competição, com transmissão ao vivo da Rádio Nacional.

A realização de três jogos (ao invés de dois) nas datas Fifa (período destinado às partidas entre seleções) de setembro e outubro foi a alternativa encontrada para acomodar duelos que inicialmente seriam em março, mas foram adiados devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). O primeiro compromisso ocorreu na última quinta-feira (2), com vitória brasileira sobre o Chile por 1 a 0 no estádio Monumental de Santiago, na capital chilena.

No domingo passado (5), o jogo entre Brasil e Argentina, na Neo Química Arena, em São Paulo, compensaria o confronto adiado da sexta rodada. A partida, no entanto, foi interrompida com cinco minutos de bola rolando pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), porque quatro atletas da seleção argentina entraram em campo após terem, segundo a agência, infringido regras sanitárias que impedem o ingresso de pessoas que estiveram na Inglaterra nos últimos 14 dias. Eles teriam negado passagem pelo território inglês, apesar de atuarem na liga local. O duelo foi suspenso.

Para a rodada tripla, o técnico Tite não pôde contar com jogadores previamente convocados, mas que não foram autorizados a se apresentarem à seleção pelos clubes ingleses que defendem: os goleiros Alisson e Ederson, o zagueiro Thiago Silva, os volantes Fred e Fabinho e os atacantes Richarlison, Gabriel Jesus, Roberto Firmino e Raphinha. Depois, perdeu o meia Claudinho e o atacante Malcom, que chegaram a treinar com o grupo, mas tiveram as voltas solicitadas pelo Zenit (Rússia). Para suprir as ausências, foram chamados os goleiros Everson e Santos, o zagueiro Miranda, os meias Edenílson e Gerson e os atacantes Hulk, Vinícius Júnior e Artur.

A baixa mais recente é o zagueiro Marquinhos, que cumpriria suspensão diante da Argentina e estaria à disposição para enfrentar o Peru. O defensor foi liberado em meio à incerteza se estaria apto, ou não, para o jogo de quinta, após o episódio em São Paulo. Com isso, Tite escalará a mesma equipe que iniciou o duelo com os argentinos, como confirmou em entrevista, com: Weverton; Danilo, Lucas Veríssimo, Éder Militão e Alex Sandro; Casemiro, Gerson, Lucas Paquetá e Éverton Ribeiro; Neymar e Gabriel Barbosa.

O Brasil lidera as Eliminatórias com sete vitórias em sete jogos e 21 pontos conquistados. O Peru, por sua vez, é o sétimo colocado, com oito pontos. Na última quinta, o time de Ricardo Gareca saiu na frente, mas ficou no 1 a 1 com o Uruguai no estádio Nacional de Lima, na capital peruana. No domingo, em duelo atrasado da sexta rodada, a Blanquirroja bateu a lanterna Venezuela por 1 a 0, novamente em casa.

O treinador deve repetir a base que atuou nos dois jogos. A dúvida está no ataque. Paolo Guerrero foi titular na quinta, enquanto Gianluca Lapadulla, suspenso contra o Uruguai, retomou a condição de titular diante da Venezuela, mas deu lugar ao centroavante do Internacional ao longo dos 90 minutos. A provável formação de Gareca terá: Pedro Gallese; Luis Advíncula, Anderson Santamaría, Alexander Callens e Marcos López; Renato Tapia, Yoshimar Yotún, Andre Carillo, Cristian Cueva e Edison Flores; Gianluca Lapadulla (Paolo Guerrero).

No duelo anterior entre brasileiros e peruanos pelas Eliminatórias, em 13 de outubro do ano passado, a seleção de Tite venceu por 4 a 2, em Lima, pela segunda rodada. Os atacantes Neymar (três) e Richarlison balançaram as redes para o Brasil, enquanto Carillo e Tapia marcaram para os anfitriões.

De lá para cá, as equipes se encontraram duas vezes na última Copa América, ambas no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. Na primeira fase, o Brasil goleou por 4 a 0 (além de Richarlison e Neymar, o meia Everton Ribeiro e o lateral Alex Sandro deixaram as respectivas marcas). Na semifinal, o escrete canarinho ganhou por 1 a 0, gol do meia Lucas Paquetá.

Por: Agência Brasil

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Clique para comentar

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Com jogadores do futebol inglês, Tite convoca seleção brasileira

Convocados atuarão nos jogos de outubro pelas eliminatórias

Publicado

on

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

O técnico Tite convocou, nesta sexta-feira (24), a seleção brasileira para os jogos contra Venezuela, Colômbia e Uruguai, que vão ocorrer em outubro, válidos pelas eliminatórias da Copa do Mundo do Catar (2022). O comandante brasileiro chamou jogadores que atuam no futebol inglês, que não se apresentaram à seleção na última convocação por causa de restrições inerentes à pandemia de covid-19 impostas pelos clubes da Premier League (liga profissional de futebol da Inglaterra).

Dos 25 convocados, oito jogadores que atuam na Inglaterra e apenas cinco jogam no Brasil. Confira a lista completa divulgada pelo treinador brasileiro:

Goleiros
Alisson (Liverpool)
Ederson (Manchester City)
Weverton (Palmeiras)

Laterais
Danilo (Juventus)
Emerson Royal (Tottenham)
Alex Sandro (Juventus)
Guilherme Arana (Atlético Mineiro)

Zagueiros
Eder Militão (Real Madrid)
Lucas Veríssimo (Benfica)
Marquinhos (PSG)
Thiago Silva (Chelsea)

Meias
Casemiro (Real Madrid)
Edenílson (Internacional)
Everton Ribeiro (Flamengo)
Fabinho (Liverpool)
Fred (Manchester United)
Gerson (Oympique de Marselha)
Lucas Paquetá (Lyon)

Atacantes
Antony (Ajax)
Gabigol (Flamengo)
Gabriel Jesus (Manchester City)
Matheus Cunha (Atlético de Madrid)
Neymar (PSG)
Raphinha (Leeds)
Vinícius Júnior (Real Madrid)

Calendário de outubro

O primeiro confronto do mês que vem será contra a Venezuela no dia 7, no estádio Olímpico de La UCV, na capital Caracas. Os venezuelanos são os lanternas da competição. Em seguida, os brasileiros viajam para Barranquilla, onde vão enfrentar a Colômbia, no dia 10, no Metropolitano de Barranquilla. Os comandados de Tite finalizam os compromissos do mês em casa, na Arena da Amazônia, em Manaus. O adversário será o Uruguai, no dia 14.

Apesar de o primeiro duelo ser contra a Venezuela, a apresentação da comissão técnica e dos jogadores terá início na segunda-feira (4) em Bogotá, na capital colombiana. A seleção chega em Caracas somente na véspera do jogo, em 6 de outubro.

Esta foi a quarta convocação feita pelo treinador Tite, neste ano. Ele já havia convocado jogadores anteriormente em duas oportunidades, para jogos das eliminatórias, e em uma ocasião para a disputa da Copa América.

Líder das eliminatórias Sul-Americana, com 100% de aproveitamento, o Brasil soma 24 pontos em oito partidas disputadas até o momento.

Neymar fora e Marquinhos de volta

Apesar de constar na lista de convocados, o atacante Neymar ficará de fora do confronto com a Venezuela. O jogador terá de cumprir suspensão por ter tomado o segundo cartão amarelo na última rodada das eliminatórias, na vitória contra o Peru por 2 a 0 na Arena Pernambuco, em Recife.

Se por um lado Tite não terá Neymar à disposição, por outro, ele poderá contar com o zagueiro Marquinhos, que cumpriu suspensão contra os peruanos.

Por: Agência Brasil

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Continue lendo

Esportes

São Paulo autoriza volta do público aos estádios a partir de outubro

Inicialmente, será permitido 30% da capacidade das arenas

Publicado

on

Foto: Reprodução/Twitter

O Comitê Científico do Governo do Estado de São Paulo autorizou a volta do público aos estádios de futebol a partir de 4 de outubro. Inicialmente, poderá ser ocupada no máximo 30% da capacidade das arenas, com o cumprimento de normas sanitárias e uso obrigatório de máscara. A partir de 16 de outubro está autorizada presença de até 50% do público total.

A entrada nos estádios está condicionada a vacinação contra a covid-19 com duas doses (CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer) ou dose única ( Janssen). Pessoas vacinadas com apenas um dose devem apresentar teste negativo para a doença com validade de 48h para os tipos PCR ou 24h para os testes de antígeno.

O governador de São Paulo, João Doria, informou pelas redes sociais que a partir de novembro será liberada a presença do público em 100% da capacidade dos estádios.

Por: Agência Brasil

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Continue lendo

Esportes

Libertadores: Flamengo e Barcelona de Guayaquil buscam vaga na final

Libertadores: Flamengo e Barcelona de Guayaquil buscam vaga na final

Publicado

on

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Flamengo e Barcelona de Guayaquil (Equador) disputam o jogo de ida da semifinal da Libertadores, a partir das 21h30 (horário de Brasília) desta quarta-feira (22), no estádio do Maracanã.

O Rubro-Negro está invicto na atual edição da competição continental, com sete vitórias e três empates. Foi líder do Grupo G com 12 pontos, jogando contra Vélez Sarsfield (Argentina), Unión la Calera (Chile) e LDU (Equador). Nas oitavas de final superou o Defensa y Justicia (Argentina) por 5 a 1 no placar agregado e nas quartas passou pelo Olímpia (Paraguai) com duas vitórias e somando 9 a 2 no placar agregado.

Para esta quarta-feira, o Rubro-Negro carioca terá desfalques importantes para buscar uma vantagem no Rio de Janeiro. O técnico Renato Gaúcho não poderá contar com o lateral Filipe Luís e o meia Giorgian De Arrascaeta, que seguem se recuperando de lesões musculares. Por outro lado, há grandes chances de o zagueiro David Luiz estrear com a camisa do time carioca. Já o meia Diego, que não estava à disposição há algum tempo, se recuperou de uma lesão, treinou com o elenco durante a semana e pode voltar ao time titular.

Já o time equatoriano apresentou uma queda de rendimento após eliminar o Fluminense nas quartas de final há aproximadamente 30 dias. Na época, o Barcelona vinha de cinco vitórias seguidas. Mas, contanto os empates com o Tricolor das Laranjeiras, a equipe de Guayaquil vem de três derrotas, dois empates e uma vitória.

Na primeira fase da Libertadores, o time foi líder do Grupo C com 13 pontos. Na chave estavam Santos, Boca Juniors (Argentina) e The Strongest (Bolívia). Nas oitavas, os equatorianos passaram pelo Vélez Sarsfield, enquanto nas quartas eliminaram o Fluminense.

Por: Agência Brasil

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Continue lendo

Popular