conecte-se conosco

Distrito Federal

Em 2020, a cada empresa fechada, três novas abriram

Crescimento registrado pela Junta Comercial do DF foi maior em setores como os de alimentos preparados para consumo em casa e de vestuário

Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

Em meio à pandemia do novo coronavírus, o ano de 2020 abalou os pequenos e médios negócios em Brasília. Muitos quebraram, outros lucraram e vários se reinventaram para sobreviver. Foi nessa tentativa de buscar novos modelos de serviço e atendimento que o Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da Junta Comercial, Industrial e Serviços (Jucis-DF), registrou um dado importante: mesmo na crise, o número de empresas abertas no DF foi mais de três vezes maior do que o de estabelecimentos fechados.

Ao longo do ano passado, 62.064 empresas foram registradas no Distrito Federal, enquanto apenas 20.063 oficializaram o encerramento das atividades. Os setores que mais abriram foram o comércio varejista de vestuário e acessórios, a promoção de vendas e, principalmente, o fornecimento de alimentos para consumo em casa. O comércio de roupas e os restaurantes e similares, por sua vez, não resistiram e apresentaram baixas.

62.064novas empresas se registraram no ano passado, contra 20.063 que encerraram atividades

Atento às medidas de prevenção contra o contágio do novo coronavírus, à geração de empregos e à sobrevivência do comércio, o GDF criou incentivos, com abertura de linhas de crédito junto ao Banco de Brasília (BRB), e proporcionou uma segurança jurídica para que as empresas se mantivessem de pé, evitando demissões e estimulando contratações.

Mais MEIs

Presidente da Junta Comercial do DF, Walid Sariedine avalia que, num primeiro momento, com as medidas de restrição ao funcionamento do comércio em Brasília, a reação foi de fechamento de negócios e demissões. Essas pessoas que ficaram sem emprego, porém, precisaram se reinventar para manter o sustento em meio à crise, o que fez com que novos negócios, principalmente de microempreendedores individuais (MEIs), surgissem.

“Nichos como o de e-commerce, com vendas on-line, e de delivery, com o fornecimento de alimentos para entrega, cresceram, inclusive sendo executados por quem já os fazia como empregado – e passou a ser o próprio patrão”, aponta.

O presidente do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis do DF, Marco Aurélio Gomes de Sá, percebeu entre seus clientes um crescimento de novas empresas no ramo de prestação de serviços, como advocacia, arquitetura e tecnologia. Quem se reinventou, analisa ele, conseguiu minimizar o impacto da crise. “Percebemos o despertar das pessoas em se adaptar e fazer algo melhor para gerar renda e movimentar a economia”, destaca.

Por: Agência Brasília

Distrito Federal

16ª DP reprime criminalidade em Planaltina

Os agentes cumpriram três mandados de prisão, um de busca e apreensão de menor infrator e outro mandado de busca em residências de suspeitos

Publicado

on

Foto: Divulgação/PCDF

A 16ª DP realizou várias ações com a finalidade reprimir a prática de crimes em Planaltina. Uma delas foi a “PCDF Não Para – março/21” e a “Operação Menos Droga Parte II”.

A segunda ação foi iniciada em fevereiro e resultou na lavratura de 22 flagrantes de crimes como tráfico de drogas, homícidio e estelionato. Cerca de 27 acusados foram recolhidos ao cárcere da PCDF. A delegacia deflagrou, no mesmo período, outras três operações de destaque.

A ação “Delivery” foi deflagrada para coibir a atuação de um homem que se apresentava como motorista de aplicativo para realizar o tráfico de droga. Foram apreendidos 3,2 quilos de maconha e 100 gramas de cocaína. A operação “Abasteci Aqui”, também relacionada ao tráfico de entorpecentes, resultou na apreensão de 6 quilos de maconha. Os policiais, na operação “Clonatio”, localizaram vários veículos adulterados.

Foto: Assessoria de Comunicação/DGPC

Continue lendo

Distrito Federal

PMDF prende homem com liberdade provisória por receptação de veículo roubado

O veículo e os objetos foram apreendidos e juntamente com o autor conduzidos a 1º DP para providências cabíveis

Publicado

on

Foto: Divulgação/PMDF

Policiais militares do 4º BPM perderam um Homem por receptação de veículo roubado por volta de 01h da data de hoje (14) no Guará II.

Os policiais interceptaram o veículo que transitava pela via Bernardo Sayão sentido guara/Bandeirante, por suspeitarem do condutor que demonstrou bastante nervosismo ao avistar a viatura policial. Na abordagem e verificação do registro do veículo, foi verificado restrição por roubo e furto ocorrido no 12.04.2021 na cidade de Samambaia. No seu interior foi encontrado um aparelho de DVD, duas bolsas, uma quantia de R$ R$ 188,00 em espécie e uma chave micha.

Foi constatado que o autor possuía uma extensa ficha criminal, como roubo/furto de veículos, roubo a coletivo, receptação e outros, e estava em liberdade provisória.

Por: Agência Brasil

Continue lendo

Distrito Federal

Dupla é detida após roubo no setor P Sul

A dupla foi encaminhada para a 15ª DP, onde foram autuados por roubo.

Publicado

on

Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

Policiais militares do rádio patrulhamento do 8º Batalhão prenderam dois homens após eles roubarem duas mochilas na avenida P4, do setor P Sul em Ceilândia. As duas vítimas informaram que foram ameaçadas e roubadas e informou o destino seguido pelo carro usado pelos autores, às 23h20 deste domingo (11).

O veículo suspeito foi encontrado na entrequadra 30/34 em direção a avenida P4. Iniciou-se um acompanhamento que foi até a quadra 502, no Por do Sol. Com os suspeitos foram encontrados um simulacro de arma de fogo, duas facas, porções de drogas e a mochila de uma das vítimas.

Foto: Divulgação/PMDF

Por: PMDF

Continue lendo

Popular