conecte-se conosco

Entretenimento

“Nem Um Pouquinho”: Com mood sombrio Duda Beat lança novo clipe

Dirigido pela dupla Alaska, o vídeo está disponível no canal do YouTube da cantora

Foto: Fernando Tomaz

Com o clipe “Nem Um Pouquinho”, lançado nesta quarta-feira (30),  Duda Beat mostrou que não estava brincando quando disse que cantaria o amor das mais diversas formas em “Te Amo Lá Fora”, seu novo álbum de trabalho. Na narrativa, uma sofrência que se une a um lado amargo da desilusão amorosa, que acaba por despertar um lado mais vingativo e sombrio da heroína construída e cantada por Duda.

“Cada música funciona como o capítulo de um livro. Se em ‘Meu Pisêro’ essa mulher sofria, mas perdoava e seguia adiante, ela já mostra uma outra faceta em ‘Nem Um Pouquinho’. O que acho muito legal e verdadeiro nisso é que a gente vive as relações de maneiras diferentes mesmo. Então, é muito real para mim que agora haja um amargor, uma coisa mais sombria, que leva essa heroína por caminhos mais dramáticos até que ela se liberte”, explica Duda. 

Foto: Fernando Tomaz

Retratando um universo fantástico, em que nossa heroína tem a capacidade de se transmutar em várias personas para estar com quem ela ama, o clipe traz uma reflexão sobre como muitas vezes abrimos mão de quem somos por alguém.

“Se apaixonar é uma delícia, mas nem sempre traz coisas boas. Nesse clipe, falamos de como podemos nos perder de nós mesmas e como pode ser difícil se reencontrar. Mas, ao mesmo tempo, se reconectar consigo mesma é um processo catártico e de renascimento, é se tornar dona de si e se emancipar. Tudo ao mesmo tempo”, pondera a cantora.

Com direção assinada pela dupla Alaska, formada por Gustavo Moraes e Marco Lafer, o clipe traz uma mistura do pop e do rock e mais uma vez, mostra que a moda tem um papel fundamental na construção da estética do clipe. 

“Olhamos principalmente para Ícones do Bug do Milênio, início dos anos 2000, estética cyberpunk, caos futurista. Para os looks da Duda, minha intenção foi deixar tudo com acabamento desgastado, desfiado e surrado, misturando isso com pontos de brilhos nos bordados, e acessórios mais fortes. Acabamos flertando com a estética das bandas de Glam Rock”, explica Leandro Porto, stylist da cantora.

“Nem Um Poquinho” é um pagotrap que conta com a participação do artista baiano Trevo. É a quarta faixa de “Te Amo Lá Fora” e a segunda a ganhar um clipe. Com direção de Alaska, o vídeo já está disponível no canal do YouTube de Duda Beat. 

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Entretenimento

Casa Filtr une grandes nomes forró e do sertanejo em sua primeira edição

O projeto traz músicas inéditas e releituras em parcerias exclusivas.

Publicado

on

Foto: Felipe Paiva

Mesmo longe dos palcos, devido às restrições de segurança por conta da pandemia causada pela Covid-19, os artistas não deixaram de criar. Foram muitos os hits lançados, colocando novamente em ascensão alguns gêneros como o forró. Com a ideia de promover entretenimento de qualidade, o Filtr Brasil criou o projeto Casa Filtr, que une talentos de diferentes gêneros em colaborações únicas, apresentando para o público uma seleção de conteúdos diversos e inovadores dentro do universo da música.

Reunindo grandes nomes como Barões da Pisadinha, Israel & Rodolffo, Diego & Victor Hugo, Tierry, Guilherme & Benuto, Yasmin Santos e Japinha Conde, a primeira edição do projeto traz o “Forronejo” como tema de estreia. No projeto, os artistas se juntam para trazer músicas inéditas e releituras de grandes sucessos no formato “collab”. Os conteúdos estarão disponíveis no canal Filtr Brasil no Youtube e nos perfis dos artistas nas principais plataformas de streaming.

“Temos trabalhado intensamente para criar e viabilizar formatos de conteúdo que surpreendam as pessoas, sempre à procura de algo diferente e exclusivo. A Casa Filtr superou todas as nossas expectativas neste sentido”, explica o vice-presidente da Sony Music Brasil, Wilson Lannes.

O projeto no YouTube não altera as playlists da Filtr, que seguem disponíveis nas principais plataformas digitais e contam hoje com mais de 8 milhões de seguidores no Brasil, atraindo fãs de música para suas mais de 200 listas com conteúdo Sertanejo, Pagode, Pop, Eletrônico, Funk e diversos gêneros musicais.

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre-se de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Continue lendo

Entretenimento

Você sabia que no dia 29 de todo mês é celebrado o dia do nhoque da fortuna?

De acordo com a lenda italiana, é preciso saborear a comida com uma nota de dinheiro sob o prato. Na capital, o que não faltam são opções para entrar na tradição.

Publicado

on

Foto: Gui Teixeira

Todo 29 do mês é dia de comer Nhoque da fortuna! É o que diz uma lenda italiana que chegou ao Brasil por meio dos imigrantes italianos no século 19. De acordo com o conto, um certo dia 29 de dezembro, São Pantaleão perambulava faminto por um vilarejo da Itália, quando resolveu pedir comida em uma casa.

A família não se importou em compartilhar o pouco do que  tinha e dividiu o prato de nhoque com o andarilho, cabendo a cada um apenas 7 bolinhas da massa. Pantaleão comeu, agradeceu a acolhida e foi embora. Ao retirarem a mesa, a família entrou embaixo de cada um dos pratos, uma boa quantia de dinheiro. 

Após rodar o mundo, a história se transformou em um ritual, celebrado em diversos países. De acordo com a crença, a tradição atrai fortuna e sorte para o próximo mês, por isso é recomendado que seja realizada mensalmente e sempre no dia 29.

Para a superstição dar certo, é recomendado que coloque uma nota de qualquer valor e nacionalidade embaixo do prato de nhoque, sempre com 7 bolinhas da massa. Fique em pé e concentre-se para iniciar o ritual, para cada nhoque, faça um pedido. O dinheiro colocado sob o prato deve ficar guardado até o dia 29 do mês seguinte para garantir a fartura.  

Em Brasília, não faltam opções para degustar a receita tradicionalmente italiana. O Panorama separou cinco opções para provar a iguaria e colocar a simpatia em prática. Confira!

Dudu Bar

Foto: Divulgação

No Dudu Bar, a tradição italiana já é conhecida pelo chef Dudu Camargo e todos os dias 29 de cada mês, é oferecido o nhoque da fortuna. O prato considerado, por muitos, um amuleto da sorte tem cinco opções de sabores: Batata, misto de quatro queijos e bolonhesa, que sai a R$ 49,97; Mandioca – frito com ragu de rabada e vinagrete de agrião, que sai a R$ 59,97;  Batata Baroa – com molho dos sonhos, que sai a R$ 69,97; Banana ao molho de picadinho com ovo pochê, que sai a R$ 66,97 e Ricota com espinafre  Maya Bay – molho de cogumelos , manga , pimenta dedo de moça, shoyu teriyaki, que sai a R$ 59,97. A casa fica na 303 da Asa Sul e funciona de segunda a domingo.  

 ‘A Mano

Foto: Gui Teixeira

Um dos principais restaurantes de gastronomia italiana em Brasília, o ‘A Mano,  especialista em massas frescas que são feitas às vistas do público na massaria do salão principal,  tem três opções de nhoque. Gnocchi de batata doce roxa gratinado com parmesão e lagosta, que sai a R$ 102; Gnocchi de batata e trufa negra com molho de parmesão e cubos de filé mignon, que sai a R$ 87 e Gnocchi de espinafre recheado de ossobuco ao molho de queijo gouda e crosta de pistache, que sai a R$ 86. Localizado na 411 da Asa Sul, a casa funciona todos os dias.

Cantucci Osteria

Foto: Divulgação

O Gnocchi da Sorte é o primeiro e mais tradicional prato do Cantucci, tradicional restaurante italiano de Brasília. Preparado gnocchi feito na casa e molho rôti cremoso do chef com tiras de filé e cebolinha o prato sai a R$ 51 e o restaurante funciona todos os dias da semana para o almoço e jantar.

Santé 

Foto: Divulgação

Para aqueles que preferem opções vegetarianas, o nhoque do Santé é uma boa pedida! A massa é preparada com mandioca salteado ao pesto com trio de cogumelos e refogados de abobrinha com tomates. Com duas unidades, uma na Orla da Ponte JK e outra na 413 norte, a casa tem funcionamento de terça a domingo e o prato sai a R$ 59.

AROMA 

Foto: Gui Teixeira

A delicadeza e carinho do chef Ronny Peterson são algumas das características mais marcantes presentes em sua gastronomia que tem inspiração na cozinha contemporânea e criativa, com inspirações italianas, francesas e brasileiras. Localizado na 407 da Asa Sul, o AROMA tem opções de massa fresca como: Nhoque vegetariano, preparado com nhoque de espinafre com fonduta de burrata, raspas de limão siciliano e cogumelos, que sai a R$ 76; Nhoque de mandioca dourado, preparado com creme de queijo canastra, carne de sol e cebolinha, que sai a R$ 78 e Nhoque de banana da terra dourado, preparado com costelinha de leitoa desfiada e lardo de colonnata, que sai a R$ 79.

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Continue lendo

Entretenimento

Com gastronomia intimista, Trust chega a sua segunda edição em Brasília

Composto por cabanas exclusivas, a operação inaugura na próxima quarta-feira (28).

Publicado

on

Foto: Divulgação

Para aproveitar o inverno, o público brasiliense ganha uma super novidade na próxima quarta-feira (28). O Trust chega a sua segunda edição com um projeto moderno de restaurantes em cabanas intimistas. Com um novo conceito de gastronomia e entretenimento, seguindo as recomendações de restrição social provocadas pela pandemia, o empreendimento apresentou uma solução para aquelas que desejam viver uma boa experiência gastronômica sem exposição a riscos. 

A ideia surgiu em 2020, quando foi dado o pontapé inicial para o que é conhecido como gastronomia intimista, uma proposta de vanguarda entre restaurantes de renome internacional. Tamanho sucesso em sua primeira edição, o projeto retornou para mais uma temporada. Ygor Brito, um dos sócios do empreendimento, revela suas impressões sobre o impacto do projeto.

“Partindo da ideia fundamental de manter nossa clientela a salvo, longe de quaisquer riscos de saúde, investimos fortemente neste conceito de gastronomia intimista, que é, consequentemente, segura. Assim, esperamos oferecer uma experiência única, em um ambiente decorado e planejado para alcançar esse objetivo. Ou seja, não pretendemos apenas oferecer um menu único e bem cuidado, proporcionamos entretenimento e gastronomia de alta qualidade com absoluta segurança. Essa é nossa meta”, conta Ygor.

Foto: Divulgação

Para a edição 2021, as cabanas contam com opções de menus fechados que contam com entrada, prato principal e sobremesas. Além das cabanas convencionais, tem também a opção dos espaços Stella Artois, com limitação de 10 pessoas em cada lounge, especialmente preparados para aniversários ou datas comemorativas, sendo cobrado um valor de consumação mínima de R$1500,00 para todos os participantes.

Uma novidade desta nova edição será o lançamento do espumante Cheti no menu da casa. Trata-se da única bebida do gênero que contém flocos de ouro consumida aqui no Brasil. Ainda em relação ao que pode ser desfrutado pelo público, o chef Erivanio Souza explica um pouco sobre suas criações.

“Para a edição deste ano, minha inspiração foi uma cozinha franco-italiana, de culinária contemporânea e harmonização dos pratos bem pensada para oferecer ao nosso público uma altíssima gastronomia”, conta o chef responsável por assinar o menu. 

Foto: Divulgação

O Trust está localizado no Centro de Convenções Israel Pinheiro (ao lado da Ermida Dom Bosco). O funcionamento da casa acontece de terça a domingo, de 17h à 0h. As cabanas recebem de 2 a 6 pessoas, e  reservas devem ser feitas através do  site do complexo.

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre-se de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Continue lendo

Popular