conecte-se conosco

Distrito Federal

O Panorama da Saúde Mental: Psicopedagoga Micheliny Abreu fala sobre o programa Vila das Emoções em parceria com o IMPI

O Programa visa trabalhar a melhoria da educação socioemocional fora do ambiente escolar.

Foto: Dimitri

No encontro de hoje, para o quadro O Panorama da Saúde Mental, a diretora comercial do Instituto IMPI, Lídia Santos, entrevista Micheliny Abreu psicopedagoga e mestre em desenvolvimento humano.

Micheliny Abreu possui um extenso currículo acadêmico sendo graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Amazonas – UFAM, com habilitação em Supervisão e Orientação Escolar. Também é mestre em Psicologia pela Universidade Católica de Brasília. Pós-graduada Latu Sensu em Metodologia do Ensino Superior pela Universidade do Amazonas (UFAM); em Arte, Educação e Tecnologias Contemporâneas pela UnB e Língua Portuguesa com ênfase em Multiletramento pela UGF/ RJ.

Na entrevista, Micheliny falou sobre seu novo projeto, o programa Vila das Emoções, seus objetivos e sua missão nesta nova fase. De acordo com a entrevistada, o ponto principal é trazer melhoria para a educação socioemocional fora das escolas.  

“É um programa desenvolvido por mim, pela psicóloga Cintia Melgaço e pela pedagoga Maria Abadia. Temos pensado nesse projeto há quase um ano”, explicou Micheliny.

Tendo experiência na área de Educação, como professora e coordenadora pedagógica do Ensino Infantil ao Ensino Médio e, como professora do Ensino Superior, Micheliny atuou como supervisora escolar no Colégio Militar de Brasília – Ministério da Defesa / Exército Brasileiro. A vivência nestas áreas trouxe importantes reflexões que são aplicadas no programa Vila das Emoções.

“A finalidade das oficinas é proporcionar momentos de reflexão. O projeto não é psicoterápico. Temos que deixar isso bem claro. É um projeto de acolhimento e vamos proporcionar, em formato de oficina […], uma vivência em que a pessoa desenvolverá ferramentas para melhorar a qualidade de vida dela e das suas relações” – explicou Micheliny.

O projeto está alinhado com a missão e visão do Instituto IMPI quanto à saúde mental e qualidade de vida. Micheliny também falou sobre esta parceria. 

“Agradeço o carinho porque esse é um projeto que tem tudo a ver com o IMPI, com a questão da prevenção e da qualidade de vida. Todos ficamos muito felizes por isso”, falou a psicopedagoga. 

A psicopedagoga também falou sobre o que diferencia uma oficina da outra, como são divididos os programas para cada grupo de maneira específica, ampliando, assim, o resultado das oficinas de maneira mais assertiva.

“Para cada faixa etária, há um propósito, um programa diferente. Nós vamos trabalhar com a faixa etária dos 10 aos 20 anos, essa faixa etária é respeitada e dividida em blocos”, falou a psicopedagoga.

Entre os benefícios propostos pelo programa estão: a melhoria da qualidade de vida e do bem-estar, melhoria nas relações familiares, no ambiente escolar e até mesmo no desempenho escolar destas crianças.

Foto:Dimitri

As oficinas também trabalham o autoconhecimento, a reflexão, a gestão das emoções e a percepção destas emoções. De acordo com Micheliny, ainda é uma realidade frequente a crença na sociedade de que meninos, por exemplo, não podem chorar.

“Temos um pouco disso na nossa cultura e precisamos trabalhar porque sentimos estas emoções e elas interferem em nós como seres humanos, além de precisarmos aprender a gerir essas emoções”, explica Micheliny.

As oficinas funcionarão aos sábados no período da tarde no IMPI, de 13 às 18 horas com alguns intervalos. Por ser uma vivência em cada sábado, é trabalhado um grupo específico, de acordo com a faixa etária. Essa logística visa respeitar a fase de cada grupo etário, uma vez que cada grupo será trabalhado em diferentes formatos.

Para participar, basta fazer a pré-inscrição no site do projeto www.viladasemocoes.com.br, preencher o formulário e alguém da equipe entrará em contato com a família.

Acompanhe a entrevista completa com a psicopedagoga Micheliny Abreu acessando o canal de Youtube de O Panorama e saiba mais também sobre o projeto Vila das Emoções.

IMPI – Instituto de Medicina e Psicologia Integradas

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre-se de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Ciência e Tecnologia

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia começa hoje em Brasília

Evento tradicional desperta curiosidades e instiga saber científico

Publicado

on

Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Começa hoje (3) e vai até o dia 10 de dezembro a 18ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT 2021). Criada em 2004, a tradicional feira ocorre em Brasília, no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade, e apresenta uma programação repleta de palestras, exposições e brincadeiras para instigar a curiosidade científica.

Voltada especialmente para os jovens e suas famílias, a exposição traz temas da atualidade e discussões relevantes no meio científico. Entre as apresentações no palco principal do evento, estão o futuro e a tecnologia dos satélites nacionais, o mapeamento de tecnologias sociais na Amazônia, plataformas de dados para doenças do espectro autista, mapeamento geográfico de bacias hidrográficas por satélite e desenvolvimento de testes de diagnóstico para covid-19 no Brasil.

“A semana acontece com todas as precauções existentes e recomendadas. Temos exposições de todas as nossas unidades de pesquisa, temos exposições do Ministério da Educação também, além de inspiração e – talvez – financiamento para quem quer empreender nas áreas de ciência e tecnologia”, afirmou em entrevista à TV Brasil o ministro da Ciência, Telecomunicação e Inovações Marcos Pontes.

Museu de rádio
A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) também estará presente no evento. Em um espaço especial que simula um estúdio de rádio antigo, o Museu da Rádio Nacional – que normalmente é exposto nos corredores da empresa – convida os visitantes a conhecerem uma estação analógica de ondas de radiofrequência.

Palco de diversas inovações do século passado, como as novelas e os boletins informativos, o museu traz equipamentos e informações sobre uma era onde televisão e internet sequer eram imaginadas, e o único meio de comunicação – o rádio – instigava a imaginação dos ouvintes.

Sobre o evento, o presidente da EBC, Glen Valente, afirmou que a participação da Empresa Brasil de Comunicação na Semana Nacional da Ciência e Tecnologia “é muito importante para mostrar o jornalismo factual com cobertura e transmissões ao vivo. Além disso, iremos levar um pouco da história da comunicação pública com peças do nosso acervo.”

5G e conectividade
Em contraste com a história distante do rádio, A SNCT 2021 também apresenta pequenas amostras de um futuro que não está mais distante. Stands montados pelo Ministério das Comunicações apresentam para o público as inovações da quinta geração de conectividade móvel, o 5G.

Leiloado em 5 de novembro, o 5G trará ao Brasil várias inovações tecnológicas, já que permite conexão de altíssima velocidade entre uma série de dispositivos simultâneos. A chamada Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês), que permite cirurgias remotas, máquinas inteligentes e veículos autônomos estão entre as possibilidades que devem passar a fazer parte da realidade dos brasileiros nos próximos anos.

No stand, o Ministério das Comunicações apresenta vídeos e faz demonstrações da tecnologia, que será usada também para democratizar o alcance da internet em todo o território nacional.

Para o ministro Marcos Pontes, a chegada do 5G deve se aliar à instigação de possibilidades científicas nas mentes dos jovens, que serão líderes e inovadores da próxima geração de brasileiros. “A economia será uma economia de conhecimento. Países que não detêm uma área de ciência e tecnologia forte ficarão para trás no mercado internacional. O Brasil tem tudo para ser um dos protagonistas nessa área”, disse Pontes.

O ministro frisou, ainda, que a tecnologia é historicamente a base para a melhora das condições de trabalho e de produtividade, além de ser um medidor preciso da capacidade econômica da sociedade. “Ela [a tecnologia] traz melhores soluções para todas as áreas. Um país que tem a expectativa de ser protagonista, ou que quer gerar empregos, precisa investir em ciência e tecnologia. Isso reforça todos os outros setores”, concluiu.

Brasil em órbita
Entre as curiosidades, a SNCT 2021 traz satélites brasileiros que foram lançados ao espaço e que compõem a constelação de monitoramento e transmissão de dados do Brasil em órbita, como o Cbers 4-A e o Amazonia 1.

Os equipamentos, que foram construídos no Brasil por engenheiros brasileiros por meio de anos de projetos de intercâmbio tecnológico, mostram a capacidade de desenvolvimento e de capacidade da indústria aeroespacial brasileira, que “avança a passos largos”, conforme Pontes.

A SNCT 2021 é organizada e projetada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) em parceria com agências de fomento, espaços científico-culturais, instituições de ensino e pesquisa, sociedades científicas, escolas, órgãos governamentais, empresas de base tecnológica e entidades da sociedade civil. No total, 167 instituições de todo o país participam do evento, que terá 6.168 atividades ao longo da semana.

A feira pode ser visitada de 8h30 às 18h em dias de semana, e de 10h às 19h nos finais de semana.

Por: Agência Brasil

Continue lendo

Distrito Federal

Presidente do PL Jovem DF, Wesley Wenisgton comemora aniversário com festa em Brasília

Celebração aconteceu nesta quarta-feira (1/12) e reuniu várias lideranças políticas

Publicado

on

Em comemoração ao seu 29º aniversário, Wesley Wenisgton deu uma grande festa em Brasília na noite da última quarta-feira (1/12). O evento movimentou as redes sociais onde vários convidados partilharam fotos e detalhes deste momento tão importante.

A festa contou com a presença de 1.200 convidados. A ministra-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, Flávia Arruda, o Coronel Vasconcelos, a deputada estadual do PSL, Talita Oliveira, o superintendente da Funasa, Wenderson Monteiro, entre outras lideranças políticas, fizeram questão de estarem presentes no evento.

O presidente do PL Jovem, Wesley Wenisgton agradeceu a presença de todos os convidados que participaram da celebração. “Meu coração está cheio de gratidão a Deus por poder partilhar esse momento tão importante para mim ao lado dos meus amigos e familiares. Me sinto lisonjeado por vocês fazerem parte da minha história”, disse.

Continue lendo

Distrito Federal

GDF acaba com W3 do lazer e libera trânsito aos domingos e feriados para aquecer o comércio

Desde junho de 2020, a avenida ficava com o trânsito interditado para carros, motos e ônibus

Publicado

on

Foto: Rayra Paiva Franco/O Panorama

Após dezessete meses da W3 do lazer, o governador Ibaneis Rocha (MDB) decidiu revogar a medida. O decreto foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal nesta quinta-feira (2) e passa a valer neste domingo, 5 de dezembro.

A partir de agora, os veículos voltarão a poder circular na W3 Sul aos domingos e feriados. Anteriormente a avenida ficava com o trânsito interditado para carros, motos e ônibus entre as quadras 503/703 e 512/912, sendo liberado apenas para pedestres e ciclistas.

A medida também busca ajudar o comércio da região. De acordo com o presidente do Sindivarejista, Edson Castro, os comerciantes e lojistas tiveram um diálogo com a Secretaria de Governo solicitando a abertura para aquecer o comércio durante o período natalino.

“Nós tivemos uma conversa com o Zé Humberto (José Humberto Pires, secretário de Governo) para que em dezembro estivesse aberto, justamente por causa do Natal e das festas de fim de ano”, afirmou Edson Castro.

Continue lendo

Popular