conecte-se conosco

Mundo

Papa Francisco chega ao Iraque nesta sexta-feira

É a primeira viagem de um papa a um país muçulmano de maioria xiita

Foto: Vaticano

O papa Francisco visita o Iraque de sexta(5) a  segunda-feira, sendo esta a primeira viagem de um papa a um país muçulmano de maioria xiita.

A agenda inclui encontros com a comunidade católica, que tem 590 mil pessoas, cerca de 1,5% da população iraquiana, além de cristãos de outras Igrejas e confissões religiosas, líderes políticos e o grande aiatola Ali Sistani, a maior autoridade xiita do país.

Francisco vai passar por Bagdá, Najaf, Ur, a terra natal do patriarca Abraão, figura de referência para os judeus, cristãos e muçulmanos, Erbil, capital do Curdistão iraquiano, Mossul e Qaraqosh.

Segundo a agência Ecclesia, em 2003 havia cerca de 1,4 milhão de cristãos no Iraque, mas estima-se que hoje sejam cerca de 250 mil, uma diminuição de mais de 80% em menos de duas décadas.

Antes do exílio, a maioria dos cristãos estava na província de Nínive, cuja capital é Mossul.

Em mensagem de vídeo aos iraquianos, divulgada hoje (4) na véspera de sua partida, o papa diz que visita o país como “peregrino da paz, depois de anos de guerra e terrorismo”.

Ele manifesta o desejo de orar com irmãos e irmãs de outras tradições religiosas, considerando o povo iraquiano como “uma única família de muçulmanos, judeus e cristãos”.

*Com informações da RTP – Rádio e Televisão de Portugal

Por: Agência Brasil

Clique para comentar

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Cidade que Morre, na Itália, tenta obter título de Patrimônio Mundial

Civita di Bagnoregio, que fica em um penhasco, luta para sobreviver

Publicado

on

Foto: Jonathan Fors

Sem data exata de fundação, mas erguida no período entre 600 e 280 antes de Cristo (a.C.), a cidade italiana Civita di Bagnoregio – conhecida pelo apelido Cidade que Morre – luta para sobreviver nos dias atuais. 

Situada sobre um penhasco na província de Viterbo, a 120 quilômetros ao norte da capital, Roma, a pequena cidade de apenas 152 metros de comprimento por 91 metros de largura luta para se tornar Patrimônio Mundial da Unesco – título que pode garantir visibilidade e proteção obrigatória, garantindo a conservação local. 

“Durante três milênios a erosão regressiva praticamente reduziu Civita a um núcleo, deixando apenas a praça e poucas ruas ao redor”, explica Luca Constantini, geologista italiano que faz parte do projeto que monitora e tenta conter a destruição da Cidade que Morre.

“Nosso lema é ‘resiliência’, porque Civita foi fundada pelos etruscos, sobreviveu à era romana e a todo o período Medieval para chegar aos dias atuais”, declarou o prefeito Luca Profili, de Bagnoregio – município do qual Civita faz parte.

Séculos atrás, a cidade costumava estar conectada a outros vilarejos por estradas, mas milênios de desastres naturais, como deslizamentos de terra, terremotos e erosão, reduziram e alteraram dramaticamente o entorno de Civita di Bagnoregio. A fundação do terreno consiste em uma mistura instável de argila e rochas vulcânicas, o que torna o local frágil e suscetível a pequenas variações geológicas.

A principal fonte de renda de Civita di Bagnoregio é o turismo. Em 2019 a cidade chegou a receber cerca de um milhão de visitantes. Com a pandemia de covid-19, entretanto, a atividade econômica ficou paralisada, o que afetou também a conservação local.

Autoridades esperam que o processo de inscrição e a possível aprovação como Patrimônio Mundial traga visibilidade e mantenha Civita di Bagnoregio no topo do penhasco por mais alguns milhares de anos.

*Com informações da Reuters.

Por: Agência Brasil

Continue lendo

Mundo

LG informa que deixará de produzir smartphones

Decisão foi da sede da empresa na Coreia do Sul

Publicado

on

Foto: Kim Hong-Ji

A LG Eletronics informou nesta segunda-feira (5) que deixará de fabricar celulares. A decisão do fechamento da divisão global de produção de smartphones foi tomada pela sede da empresa, na Coreia do Sul.

“Desde o segundo semestre de 2015, o nosso negócio global de celulares tem sofrido uma perda operacional por 23 trimestres consecutivos, resultando em um acumulado de aproximadamente 4,1 bilhões de dólares (US) até o final de 2020”, destacou a LG em comunicado à imprensa. 

“Depois de avaliar todas as possibilidades para o futuro do nosso negócio de celulares, o Headquarter Global [sede global da empresa] decidiu por fechar esta divisão a fim de fortalecer sua competitividade futura por meio de seleção e foco estratégico”, acrescentou a gigante de tecnologia.

Brasil

A LG é uma das maiores empresas de eletrônicos no Brasil. Presente no país há mais de 15 anos, a empresa conta com três subsidiárias próprias: um escritório em São Paulo e duas unidades produtivas, em Manaus e outra em Taubaté (SP). Procurada pela reportagem, a empresa não informou os impactos que o fim da produção global de smartphones terá nas fábricas no Brasil.

“[A LG Electronics do Brasil] irá se concentrar fortemente em seus negócios de modo a continuar a fornecer produtos e serviços inovadores que tornarão a vida melhor”, diz nota da empresa.

Greve

Os funcionários da LG em Taubaté estão em estado de greve desde o último dia 26. De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região, a planta da empresa, no interior paulista, tem cerca mil empregados, sendo 400 no setor de celulares.

Os funcionários de três empresas fornecedoras da LG, também no interior paulista, – Sun Tech, em São José dos Campos (SP), Blue Tech e 3C, em Caçapava (SP) – anunciaram hoje (5) que vão entrar em greve para pressionar a empresa sul-coreana a preservar os empregos no Brasil. As três fábricas produzem exclusivamente celulares para a LG. 

Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos (SP), o fim da produção de celulares da LG deverá levar ao fechamento de 430 postos de trabalho nas fornecedoras.

Procon SP

Na tarde de hoje (5), a Fundação Procon de São Paulo notificou a LG do Brasil para esclarecer o encerramento das operações de fabricação de celulares. Entre outras informações, a empresa terá de fornecer: a relação completa de todos os modelos de smartphones disponibilizados no mercado de consumo brasileiro nos últimos três anos com os correspondentes manuais de usuário e a relação de assistências técnicas autorizadas.

O Procon também demandou informações sobre o período estimado de vida útil dos aparelhos; um plano de atendimento aos consumidores, com indicação de tempo de vigência; e a comprovação de funcionamento de canais de atendimento aos consumidores, para recebimento e tratamento de demandas após o encerramento de suas atividades.

A empresa terá até o dia 9 de abril para responder aos questionamentos.

Por: Agência Brasil

Continue lendo

Mundo

Nova York aprova legalização da maconha

É o 15º estado norte-americano a permitir o uso recreativo da droga

Publicado

on

Foto: Divulgação/Polícia Federal

Parlamentares de Nova York aprovaram nessa terça-feira (30) proposta que legaliza o uso de maconha por adultos, fazendo do estado o 15º dos Estados Unidos a permitir o uso recreativo da droga.

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, disse estar ansioso para sancionar a proposta e transformá-la em lei.

“Nova York tem uma história consolidada de ser a capital progressista da nação, e essa importante lei vai, mais uma vez, levar esse legado adiante”, disse ele em comunicado.

O Senado estadual de Nova York aprovou a lei por 40 votos a 23, enquanto a Assembleia votou por 100 a 49 a favor da proposta.

A decisão também foi saudada pela NORML, um grupo pró-maconha, que disse que dezenas de milhares de nova-iorquinos foram presos todos os anos por pequenas violações relacionadas à maconha e que a maioria era jovem, pobre e de cor.

“A legalização da maconha é um imperativo social e de justiça criminal, e a votação de hoje é uma passo crítico em direção a um sistema mais justo”, disse a procuradora-geral de Nova York, Letitia James, também em comunicado.

Por: Agência Brasil

Continue lendo

Popular