conecte-se conosco

Distrito Federal

PCDF prende homem condenado por estuprar a enteada por quatro anos

O homem, de 42 anos, foi preso em uma casa do Gama, onde vivia foragido da Justiça desde que foi condenado

Fachada DP. Homem foi preso após ser condenado de estuprar a enteada e fugir
Foto: Rayra Paiva Franco/O Panorama

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu, na manhã desta segunda-feira (19), por meio de mandado de prisão condenatória, um homem condenado por estuprar a enteada. Ele fugiu há três anos após ser condenado.

De acordo com os investigadores, o envolvido ganhou total confiança da companheira, com quem teve um relacionamento por dez anos. Ele, então, aproveitou e abusou sexualmente da enteada, que tinha apenas oito anos.

A vítima, com medo das ameaças do próprio padrasto, sofreu em silêncio por anos. Porém, quando a criança entrou na adolescência, o homem parou com os abusos e a vítima conseguiu relatar o que acontecia ao pai. Ao saber dos abusos, o pai se dirigiu à PCDF e comunicou o crime.

Após investigação da Polícia Civil, o homem foi processado e condenado a uma pena de mais de dez anos de prisão, e, a partir de então, estava foragido da Justiça. No entanto, por meio das investigações realizadas pelos policiais civis, foi possível localizar o homem. Ele vivia no Gama e foi preso no momento em que deixava a casa onde estava morava. Após os trâmites jurídicos, ele está preso cárcere da PCDF.

Prisão no Gama

Os policiais civis da 14ª Delegacia de Polícia do Gama conduziram a operação que resultou na apreensão do padrasto que abusou sexualmente a enteada. De acordo com o delegado Willian Ricardo o indivíduo abusou da criança dos 8 aos 12 anos de idade.

“Na manhã de hoje, policiais civis da 14ª DP conseguiram localizar e prender o foragido da Justiça há mais de três anos. Condenado definitivamente por um crime de estupro de vulnerável. Trata-se de uma condenação definitiva onde o homem de 42 anos foi condenado por estuprar uma enteada aos 8 anos de idade, crime que decorreu até os 12 anos”, afirma o delegado.

De acordo com o Código Penal, a pena para o crime de estupro de vulnerável é de 8 a 15 anos de reclusão. Se da conduta resulta lesão corporal grave, a reclusão varia de 10 a 20 anos. Por fim, se o crime resultar em morte, o agressor pode ficar de 12 a 30 anos na prisão.

Clique para comentar

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Distrito Federal

Dupla é detida após roubo no setor P Sul

A dupla foi encaminhada para a 15ª DP, onde foram autuados por roubo.

Publicado

on

Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

Policiais militares do rádio patrulhamento do 8º Batalhão prenderam dois homens após eles roubarem duas mochilas na avenida P4, do setor P Sul em Ceilândia. As duas vítimas informaram que foram ameaçadas e roubadas e informou o destino seguido pelo carro usado pelos autores, às 23h20 deste domingo (11).

O veículo suspeito foi encontrado na entrequadra 30/34 em direção a avenida P4. Iniciou-se um acompanhamento que foi até a quadra 502, no Por do Sol. Com os suspeitos foram encontrados um simulacro de arma de fogo, duas facas, porções de drogas e a mochila de uma das vítimas.

Foto: Divulgação/PMDF

Por: PMDF

Continue lendo

Distrito Federal

Homem é preso por roubo de celular na rodoviária de Brasília

Todos foram encaminhados à 5ª Delegacia, onde foi registrado a ocorrência.

Publicado

on

Foto: Rayra Paiva Franco/O PANORAMA

Um homem foi preso após roubar um aparelho celular na rodoviária de Brasília, por volta das 17h30 deste domingo (11).

Policiais militares do Grupo Tático Operacional do 6º Batalhão (Gtop 26) recebeu a informação do roubo e que o autor teria corrido em direção ao shopping Conjunto Nacional.

 A equipe foi ao local e encontrou o homem detido pelos seguranças por ter invadido o estacionamento privado do estabelecimento com o intuito de se esconder. Ele confessou o roubo e disse ter entregado o aparelho a outra pessoa na plataforma inferior da rodoviária.

A vítima reconheceu o autor do roubo e o Gtop 26 encontrou o suposto comparsa do crime, que já não estava com o aparelho e disse não ter participado do crime.

Por: PMDF

Continue lendo

Distrito Federal

PF prende suspeito de divulgar pornografia infantil na internet

Operação Tracciato cumpriu mandado em Porto Velho, Rondônia

Publicado

on

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (7) uma operação para combater a divulgação de imagens e vídeos de exploração sexual de crianças e adolescentes na internet. Batizada de Tracciato, que significa rastreado em italiano, a operação cumpriu mandado de busca e apreensão, expedido pela 7ª Vara Federal de Porto Velho, em residência localizada no bairro Eletronorte, na zona sul da capital de Rondônia.

As investigações começaram a partir de um relatório, produzido pelo núcleo da PF voltado para a repressão aos crimes de ódio e à pornografia infantil na Internet, e foram realizadas em cooperação polícia italiana.

De acordo com a PF, durante o cumprimento das buscas, o investigado foi autuado em flagrante pelo delito de armazenamento de imagens e vídeos de exploração sexual infantil.

“O detido foi levado para a sede da PF em Porto Velho, para procedimentos policiais e, ao final, encaminhado ao sistema prisional estadual, onde permanecerá à disposição da Justiça”, disse a polícia.

A PF informou ainda que o material era compartilhado pelo investigado por meio de aplicativos específicos e que também apreendeu, no interior da residência, equipamentos eletrônicos que estariam sendo utilizados na prática das condutas criminosas.

Por: Agência Brasil

Continue lendo

Popular