conecte-se conosco

Segurança

PRF prende homem procurado por cometer crimes de estelionato

O criminoso foi autuado pela justiça em um ônibus no Recanto das Emas (DF).

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), prendeu um homem de 49 anos acusado de cometer crimes de estelionato, após aplicar o golpe do “bilhete premiado”. Procurado pela justiça do Distrito Federal, o homem estava em um ônibus da linha Goiânia (GO) a Brasília (DF) e foi abordado na BR 060, no Recanto das Emas (DF). 

Os policiais receberam uma denúncia anônima de que um foragido da justiça estaria num ônibus que passaria pela rodovia federal. Ao avaliarem a denúncia, foi constatado que a informação era verdadeira e que existia um  mandado de prisão em aberto pela Justiça do DF, por estelionato.

Ao ser questionado pelos policiais, o homem confessou ter aplicado o golpe do “bilhete premiado”, que se caracteriza pela promessa de dividir o prêmio da loteria com a vítima e como contrapartida, os golpistas solicitam uma garantia em dinheiro. Após convencerem a vítima a entregar um alto valor, os criminosos somem com a quantia repassada.

O homem foi preso e encaminhado à 27ª  Delegacia de Polícia Civil do DF, para cumprimento da ordem judicial. Para aqueles que tenham sido vítimas de crimes do tipo, qualquer cidadão pode efetuar denúncias, inclusive de forma anônima, à PRF por meio do telefone 191, do Whatsapp (61) 98625-7857. Em caso de veículo roubado/furtado ou com suspeita de clone, a denúncia pode ser feita também pelo site prf.gov.br/sinal.

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre-se de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Clique para comentar

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

PMGO apreende mais de 2,5 toneladas de drogas no Estado

As apreensões trazem prejuízo milionário ao tráfico de entorpecentes.

Publicado

on

Foto: Reprodução/ PMGO

A Polícia Militar de Goiás (PMGO), apreendeu mais de 2,5 toneladas de drogas em um período de 24 horas, entre a madrugada e noite desta terça-feira (17/08). As apreensões trouxeram um prejuízo milionário ao tráfico de entorpecentes e são responsáveis ainda por descapitalizar o crime organizado.

Só em uma única ação, 1,5 tonelada de maconha foram  apreendidas em uma zona rural de Bom Jesus de Goiás, no sul goiano. A investigação teve início após uma denúncia anônima, que indicava uma chácara da cidade, que estaria sendo utilizada para o armazenamento de entorpecentes. Ao intensificarem as buscas, os militares encontraram quatro homens suspeitos, em uma estrada vicinal, próxima à BR 452.

Além da droga, também foram apreendidos uma balança industrial e um caminhão, usado no transporte de drogas. Ao final, os três suspeitos foram detidos e conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Itumbiara.

Foto: Reprodução/ PMGO

“Hoje, está cada vez mais difícil achar droga na rua. Isso torna os grupos criminosos cada dia menores e mais desorganizados”, destacou o secretário de Estado da Segurança Pública, Rodney Miranda.

Outra grande apreensão aconteceu na zona rural do município de Abadiânia. Durante as buscas, equipes do Grupo de Radiopatrulha Aérea (Graer) desarticularam uma associação criminosa e apreenderam uma tonelada de maconha. Parte dos ilícitos estava em posse de uma mulher. A suspeita, que possui diversas passagens, foi abordada no momento em que fazia o transporte da droga para a cidade de Alexânia. 

Os outros tabletes de maconha foram encontrados em uma chácara da região e com um segundo indivíduo, abordado em um posto de combustíveis. Os policiais descobriram que o homem seria o proprietário das drogas e a mulher, responsável pela entrega e guarda dos ilícitos. Os dois suspeitos foram autuados em flagrante pelo crime de tráfico e conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Abadiânia. 

Foto: Reprodução/ PMGO

Além das apreensões de entorpecentes, a PMGO realizou outras 36 prisões em flagrante e capturou 15 pessoas que estavam foragidas da justiça. Entre outras apreensões, seis armas de fogo, 150 comprimidos de ecstasy, 217 pinos de cocaína, além de 700 caixas de cigarros contrabandeados. 

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre-se de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Continue lendo

Brasil

Polícia Federal apreende 1,3 toneladas de cocaína em jatinho

A droga foi encontrada em 24 malas em um Gulfstream no aeroporto de Fortaleza.

Publicado

on

Foto: Reprodução/ PF

A Polícia Federal apreendeu nesta quarta-feira (04), em Fortaleza, 1.304Kg de cocaína dentro de um jatinho ocupado por estrangeiros, sendo um espanhol e quatro turcos. A droga estava distribuída em 24 malas e essa foi a maior apreensão do ano.

De acordo com as autoridades,  a droga pertence a um cartel ainda sob investigação. A Polícia Federal impediu o voo da aeronave já na beirada da pista, evitando a fuga dos estrangeiros com os entorpecentes. 

Um passageiro espanhol, que já vinha sendo acompanhado pela PF por suspeita do tráfico de cocaína, e quatro turcos, membros da tripulação da aeronave, foram conduzidos e estão sendo interrogados.

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre-se de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Continue lendo

Segurança

Crimes digitais: Especialista fala sobre Phishing e outras fraudes

Só em 2020, o Brasil foi o país que mais foi atingido com crimes de captação de dados.

Publicado

on

Foto: Freepik

O mundo vivencia umas das maiores pandemias da história da humanidade, e em meio a todo esse cenário, a tecnologia vem se sobressaindo. A internet facilitou e muito a rotina do dia a dia, tanto de forma pessoal quanto de forma profissional. No entanto, nem tudo são flores, só no ano de 2020, o Brasil, foi o país que mais foi atingido no mundo pelo Phishing, um dos crimes digitais mais comuns. 

O termo em inglês significa “pesca de dados” e, a prática consiste no envio de mensagens fraudulentas que pode ser através de e-mail, ou outro tipo meio eletrônico, na tentativa de ludibriar a vítima para que ela forneça dados sigilosos, como senhas, dados bancários e outros dados pessoais.

Os criminosos, na maioria das vezes, se passam por entidades confiáveis, como instituições financeiras, órgãos governamentais e empresas reconhecidas. Devido à pandemia, os golpes se intensificaram no ano de 2020, através do uso massivo de fake news relacionadas ao programa de auxílio emergencial, também sobre o cadastramento da vacina, além do novo sistema PIX.

Entre outros crimes, também são frequentes a clonagem do Whatsapp, o golpe do boleto falso, sites de comércio eletrônico fraudulentos, Stalking (que é a perseguição praticada no âmbito virtual) e os crimes contra honra praticados no âmbito virtual. Para aqueles que são vítimas de crimes virtuais, a advogada criminalista Emanuela de Araújo Pereira explica sobre as providências que devem ser tomadas. 

“A primeira medida no âmbito dos crimes contra a honra é realizar o “print” da tela no caso da ofensa escrita em redes sociais e o armazenamento da URL, pois mesmo que seja apagada uma postagem é possível a recuperação dos dados, posteriormente à lavratura de um boletim de ocorrência”, explica Emanuela. 

No caso de mensagens de áudio, a advogada orienta que a mensagem seja gravada, e que também seja realizada uma ata notarial com a transcrição. Em relação aos outros crimes digitais, é importante registrar Boletim de Ocorrência, para que se possa ingressar com ação na esfera criminal. Caso tenha sido vítima de fraude bancária ou de cartões, além de transações fraudulentas através do PIX, é importante entrar em contato com o banco onde tem conta. 

Para aqueles que cometem crimes na internet, as punições são variadas. Em 27 de maio de 2021 entrou em vigor a Lei nº 14.155, que alterou o Código Penal brasileiro para agravar a punibilidade dos crimes de violação de dispositivo informático, furto e estelionato cometidos de forma eletrônica ou pela internet. Com isso, a pena do crime de fraude eletrônica é de 4 a 8 anos de reclusão. O Stalking, possui a pena de reclusão de 6 meses a 2 anos e multa, e ainda os crimes contra a honra praticados no âmbito da internet tiveram sua pena triplicada a partir de abril de 2021.

Cuidados que devem se tomados para não ser vítima de um crime virtual  

Ainda de acordo com a advogada, existem uma série de fatores que devem ser observados para que não caia em crimes digitais. Para evitar o golpe da clonagem do Whatsapp, por exemplo, as recomendações fornecidas pelas autoridades policiais são:  Ative a “Confirmação em duas etapas” no WhatsApp, nunca forneça o código verificador que você recebe via SMS em seu celular e não instale apps de terceiros ou compartilhe informações pessoais a pedido de ninguém pelo Whatsapp.

“É importante que se desconfie de situações em que a pessoa solicita a realização de transferências e pagamentos em caráter de urgência; Ligue para a pessoa que solicitou o dinheiro e verifique se realmente é ela quem está solicitando a transação”, alerta a advogada. 

Entre outras recomendações, no caso de boletos, é necessário verificar se os dados do “Beneficiário” correspondem aos de quem lhe vendeu o produto ou serviço. Sempre que tiver dúvidas sobre a veracidade de um boleto de cobrança, consulte diretamente o fornecedor que o emitiu e evite reimprimir boletos de cobrança em sites que não sejam do banco emissor do boleto e claro, evite negociar valores de descontos de boletos com pessoas estranhas, ou que se identificam como funcionários dos bancos ou de empresas.

Para evitar ser vítima de Phishing, nunca abra e-mails de origem ou de procedência duvidosa, não execute programas, abra arquivos ou clique em links que estejam anexados ou no corpo desses e-mails. Evite usar computadores públicos e redes abertas de wi-fi para acessar conta bancária ou fazer compras online e nunca utilize seu cartão para fazer compras em sites desconhecidos.

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre-se de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Continue lendo

Popular