conecte-se conosco

Distrito Federal

Segunda dose de reforço para maiores de 35 anos a partir desta sexta (1º)

População tem disponíveis 112 salas de vacinação, além de 17 postos noturnos

Rayra Paiva Faria/O panorama

Quem tiver 35 anos de idade ou mais já pode receber a segunda dose de reforço da vacina contra a covid-19 a partir desta sexta-feira  (1º). O anúncio foi feito nesta quinta (30) pelo governador Ibaneis Rocha. De acordo com a Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), no DF há aproximadamente 1,3 milhão de pessoas com mais de 35 anos, sendo cerca de 270 mil entre 35 e 39 anos.

Pelas redes sociais, o governador alertou a população: “Não deixem de atualizar o ciclo vacinal. Se cuidem, vamos juntos!”

“A segunda dose de reforço é necessária para que a população fique protegida contra a covid-19. É com a imunização que a gente quebra a cadeia de transmissão”, explica a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio.

Ela reforça que há disponibilidade de vacina na rede para que as pessoas completem o ciclo vacinal. Para receber o imunizante, é necessário ter tomado a dose de reforço há pelo menos quatro meses. Confira os pontos de vacinação.

A segunda dose de reforço já estava disponível para todas as pessoas com idades a partir dos 40 anos e para profissionais da área de saúde, pública e privada, incluindo gestantes. São aplicados imunizantes Pfizer, AstraZeneca ou Janssen, de acordo com a escolha do usuário.

Os usuários devem comparecer com documento de identidade com foto, CPF e o cartão de vacina onde conste o registro da dose de reforço. Se o cartão for extraviado, será realizada busca nos sistemas de registro. É obrigatório o uso de máscara para a vacinação.

Todas das regiões administrativas do DF contam com pontos de vacinação. Ao todo, são 112 salas de vacinação, sendo 17 postos noturnos.

Por: Agência Brasília

Política

Republicanos anuncia Damares Alves como candidata ao Senado no DF

A candidatura da ex-ministra é considerada ‘avulsa’, já que o partido oficializou apoio a Flávia Arruda (PL)

Publicado

on

Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil

A ex-ministra Damares Alves foi anunciada como candidata ao Senado Federal, pelo Republicanos, nesta sexta (5). O partido oficializou a candidatura durante uma convenção do seu diretório regional, em Brasília.

A candidatura de Damares será ‘avulsa’, já que a sigla declarou apoio, oficialmente, à candidata Flávia Arruda (PL), bem como à reeleição do governador Ibaneis Rocha (MDB). A apresentação de duas candidaturas à Casa pela mesma coligação teve aval do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em junho deste ano.

O União Brasil irá apoiar a ex-ministra, de acordo com o presidente da sigla, Manoel Arruda, que também oficializou apoio à chapa de Ibaneis que concorre ao Palácio do Buriti.

Damares foi ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos no atual governo. Ela exerceu a função entre janeiro de 2019 e março deste ano, quando anunciou sua saída do ministério para disputar as eleições.

Continue lendo

Distrito Federal

Nunes Marques será o relator responsável pela candidatura de Arruda no STF

Arruda foi impedido de concorrer ao cargo de governador do DF, na última segunda-feira (1)

Publicado

on

Reprodução

O STF escolheu o ministro Kássio Nunes Marques para ser o relator responsável pela ação protocolada pela defesa do ex-governador José Roberto Arruda (PL), nesta quinta (4). O pedido feito pelos advogados de Arruda consiste em liberar a possibilidade para que o político possa se candidatar nas eleições deste ano.

A ação tem como objetivo a revisão da sentença proferida pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), que suspendeu os direitos políticos de Arruda, alegando improbidade administrativa.

No mês passado (julho), o magistrado revogou a condenação do ex-deputado federal Roney Nemer referente às denúncias da operação Caixa de Pandora e tornar sem efeito um parecer anterior do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O ex-governador é acusado de reconhecer dívidas através da realização de pagamentos, em favor da da empresa Linknet, por serviços prestados ao governo do Distrito Federal (GDF), sem cobertura contratual. O crime teria ocorrido entre 2007 e 2009, e também foi investigado durante a operação Caixa de Pandora.

Continue lendo

Distrito Federal

Homem é esfaqueado após discussão por sacola com dinheiro e drogas

A vítima foi encaminhada ao Hospital Regional de Sobradinho

Publicado

on

Istock

Um homem foi preso pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) por ferir outro com golpes de faca, durante uma discussão, na manhã desta quinta (4). O suspeito estava sob o efeito de drogas.

O delegado responsável pelo caso, Laércio de Carvalho, disse que o ocorrido se deu após uma discussão. A vítima teve ferimentos nos membros inferiores e foi encaminhada para o Hospital Regional de Sobradinho.

Os dois começaram a discutir após o suspeito exigir uma sacola que tinha dinheiro e drogas, entretanto. A vítima informou que não sabia o paradeiro do objeto e por isso foi esfaqueada. 

O esfaqueador já é um nome conhecido pela polícia, possui passagem e envolvimento com o tráfico de drogas local. Ele foi autuado por lesão corporal. O agressor foi direcionado a carceragem da PCDF e durante a ação desacatou policiais e servidores do hospital.

Continue lendo

Popular