conecte-se conosco

Basquete

Última chance: Brasil estreia nesta terça no Pré-Olímpico de Basquete

Petrovic definiu os 12 jogadores que brigarão por vaga em Tóquio 2020

Foto: Washington Alves/COB

A seleção brasileira masculina de basquete estreia contra a Tunísia no Pré-Olímpico de Basquete nesta-terça feira (29), às 15h (horário de Brasília), em Split (Croácia). A competição reúne seis países e apenas o campeão irá aos Jogos de Tóquio (Japão). Será a última chance de o basquete nacional brigar pela vaga olímpica, já que a seleção feminina não se classificou a Tóquio 2020.

O técnico Aleksandar Petrovic fechou neste domingo (27) a lista de 12 jogadores – o último a ser cortado foi o ala/pivô Cristiano Felício – que participarão do torneio. A equipe chegou à Croácia na última sexta-feira (25). 

“Estamos próximos da competição e acredito que prontos para o Pré-Olímpico. Fizemos duas semanas ótimas de trabalho, e definimos neste domingo o grupo. Tivemos primeiro a saída do Caio, um jovem muito talentoso, depois do Cristiano Felício, que certamente estará conosco no futuro, e por último o Léo Demétrio, que foi uma grande surpresa nessa preparação, treinando muito bem e jogando muito bem na posição 3. É outro que em breve estará de volta e defenderá o Brasil por muitos anos”, garantiu Petrovic, em depoimento ao site da Confederação Brasileira e Basquetes (CBB).

A equipe chegou à Croácia na última sexta-feira (25). Entre os 12 relacionados, o pivô Lucas Mariano não vê a hora de entrar em quadra.

“Estou muito feliz com o meu momento, muito motivado e confiante para o Pré-Olímpico. Acredito que o Brasil está pronto e quero fazer ainda melhor no torneio, mantendo o bom momento que tive no São Paulo na temporada” – disse o atleta de 28 anos.

Após a Tunísia, a seleção masculina encara a Croácia, dona da casa, na quarta-feira (30), às 15h. Os dois melhores desse mini-grupo avançam às semifinais, contra os dois melhores entre da outra chave (Alemanha, México e Russia). A final será no dia 4 de julho. 

Convocados

Armadores
Georginho – São Paulo
Marcelinho Huertas – Tenerife-ESP
Rafa Luz – BC Nevžis-Optibet-LIT
Yago – Flamengo

Alas/Armadores
Vitor Benite – Burgos-ESP

Alas
Alex Garcia – Bauru
Léo Meindl – Fuenlabrada-ESP

Alas/pivôs
Bruno Caboclo – Limoges-FRA
Lucas Dias – SESI Franca

Pivôs
Anderson Varejão – Cleveland Cavaliers-EUA
Lucas Mariano – São Paulo
Rafael Hettsheimeir – Flamengo

Por: Agência Brasil

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Basquete

Basquete: Brasil estreia contra El Salvador na AmeriCup feminina

Tabela divulgada pela FIBA prevê primeiro jogo no dia 11 de junho

Publicado

on

Foto: Danilo Borges

A Federação Internacional de Basquete (FIBA) divulgou nesta terça-feira (1º), a tabela detalhada da AmeriCup feminina de basquete. O torneios será realizado entre os dias 11 e 19 de junho, em San Juan, Porto Rico.

O primeiro compromisso da seleção brasileira será no dia 11 contra El Salvador, às 19h10 (horário de Brasília). No dia 12, a equipe nacional terá pela frente a Colômbia a partir das 16h10. O penúltimo jogo da primeira fase será contra o Canadá no dia 13 às 16h10. O time verde e amarelo fecha a primeira fase no dia 14 contra Ilhas Virgens, às 16h10. Na sequência, as quartas de final ocorrerão no dia 17, as semifinais no dia 18, e a decisão no dia 19.

O formato do torneio prevê o enfrentamento de todas seleções dentro de cada uma das duas chaves e as quatro primeiras avançando às fases decisivas, com o seguinte chaveamento nas quartas: 1Ax4B, 2Ax3B, 3Ax2B, 4Ax1B. Os quatro times que chegarem nas semifinais estarão garantidos também para o Pré-Mundial, previsto para fevereiro de 2022.

Antes da viagem para Porto Rico, marcada para o dia 7, a equipe brasileira está treinando na cidade de Salto, no interior de São Paulo.

Por: Agência Brasil

Continue lendo

Basquete

Basquete 3×3: Brasil conhece adversários da 1ª fase do Pré-Olímpico

Torneio em Graz (Áustria) classifica três equipes para Tóquio

Publicado

on

Foto: Washington Alves/COB

As seleções de Turquia, República Tcheca, Polônia e Mongólia serão as adversárias do Brasil na primeira fase do Pré-Olímpico de basquete 3×3. A competição será disputada em Graz (Áustria) entre os dias 26 e 30 de maio e classifica três equipes aos Jogos de Tóquio (Japão).

“Acho que vamos com boas chances de passar pela primeira fase e conseguir essa vaga nas quartas e semifinal, tentando a vaga olímpica. Será difícil, não somos favoritos, mas queremos fazer história”, declarou o técnico Douglas Lorite ao site oficial da Confederação Brasileira de Basquete (CBB).

Os brasileiros estreiam no dia 26, por volta das 14h15 (horário de Brasília), diante dos turcos. Em seguida, encaram os tchecos. No dia 28, o primeiro duelo será contra os poloneses, a partir das 13h45. A seleção encerra a participação na primeira fase contra a Mongólia. Os dois primeiros colocados do grupo avançam para as quartas de final. O mata-mata será todo disputado no dia 30.

Quatro jogadores foram convocados por Lorite para o Pré-Olímpico: Jefferson Socas, Fabrício Veríssimo, André Ferros e Jonatas Mello. Outros dois (Leandro Souza e William Weihermann) ficam à disposição caso algum titular precise ser substituído. Jefferson, Jonatas e William fizeram parte do time que representou o Brasil no Mundial de 2019, nos Países Baixos.

A delegação se apresenta no próximo dia 10 na Escola de Educação Física do Exército (EsEFEx), na Urca, zona sul do Rio de Janeiro, onde fica até o dia 22, quando embarca para Graz. Segundo a CBB, os jogadores serão submetidos a um protocolo sanitário por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19), com testes na chegada à EsEFEx, onde ficarão isolados. Eles também terão a temperatura aferida e passarão por testes de anamnese.

Por: Agência Brasil

Continue lendo

Basquete

Surfe: Medina avança na Austrália e chega ao topo do ranking

Yago Dora e Tatiana Weston-Webb também seguem na etapa de Narrabeen

Publicado

on

Foto: Cait Miers/WSL

Três brasileiros continuam na disputa do título da terceira etapa do World Surf League Championship Tour 2021, que acontece em Narrabeen, na Austrália. Nesta segunda-feira (19), Gabriel Medina, Yago Dora e Tatiana Weston-Webb bateram seu adversários e chegaram às quartas de final. Com a derrota de Ítalo Ferreira e vitória de Gabriel nas oitavas de final, o bicampeão mundial assumiu a liderança do circuito.

Medina passou por outro brasileiro, Caio Ibelli, com a maior nota da competição: 9,00, por um aéreo com giro completo no ar e aterrissagem perfeita. “Feliz por conseguir pegar boas ondas nas baterias. Estou me divertindo e focado, porque eu quero chegar na final”, disse o líder do ranking à assessoria da World Surf League (WSL). “Muito feliz pelas minhas notas e, agora, é esperar o último dia, que vai ser irado. Graças a Deus está dando tudo certo até agora e esse evento aqui em Narrabeen está sendo incrível. Tem dado altas ondas, o lugar é maneiro e estou feliz por estar aqui”.

O catarinense Yago Dora fez a melhor apresentação do evento contra o paranaense Peterson Crisanto. Com dois aéreos completos, Yago somou notas 8,83 e 7,50 e fez o maior placar até agora: 16,33 pontos. “Ontem (domingo) tinha aquele vento maral fechando as ondas. Hoje, mesmo um pouco menor, o vento terral deixa as ondas mais limpas e melhores para surfar”, analisou Yago Dora. “Eu caí em alguns aéreos no início, mas quando completei o primeiro, fiquei mais confiante e logo depois acertei o segundo. O Peterson é um dos meus surfistas favoritos no Tour. Lembro que no meu primeiro campeonato, ele tinha uns 15 anos e tirava duas notas 10 em cada bateria. Ganhava tudo e eu queria ser como ele, então estar neste grupo é incrível”.

Weston-Webb nas quartas

A gaúcha Tatiana Weston-Webb enfrentou a australiana Nikki Van Dijk e se destacou com a variação de manobras, batidas e rasgadas. A vitória veio por 14,00 a 6,23. “É sempre bom começar a bateria com boas notas”, disse a brasileira. “A última bateria que eu tinha disputado foi bem tensa, contra a Tyler Wright e a Laura Enever. Nessas condições é muito complicado com três pessoas na bateria. Contra apenas outra oponente, é mais fácil controlar a bateria e eu me senti mais confiante. Eu fiquei feliz com meu surfe hoje”.

Além de Ítalo Ferreira e Caio Ibelli, outros brasileiros foram eliminados nas quartas: Alex Ribeiro, Adriano de Souza, Jadson André e Filipe Toledo.

A etapa de Narrabeen está sendo transmitida ao vivo e de graça no site da WSL.

Quartas de final

Masculino  

Frederico Morais (POR) x Ethan Ewing (AUS)

Gabriel Medina (BRA) x Morgan Cibilic (AUS)

Kanoa Igarashi (JPN) x Conner Coffin (EUA)

Yago Dora (BRA) x Griffin Colapinto (EUA)

Feminino 

Carissa Moore (HAV) x Keely Andrew (AUS)

Sally Fitzgibbons (AUS) x Tatiana Weston-Webb (BRA)

Caroline Marks (EUA) x Johanne Defay (FRA)

Stephanie Gilmore (AUS) x Courtney Conlogue (EUA)

Continue lendo

Popular