conecte-se conosco

Distrito Federal

Uniformes escolares serão distribuídos ainda em fevereiro

Novos modelos já estão sendo produzidos e serão entregues gratuitamente para todos os alunos; secretária de Educação visitou fábricas para acompanhar andamento da produção das peças

Divulgação / Secretaria de Educação do DF

Os alunos da rede pública de ensino do Distrito Federal vão começar a receber os uniformes escolares, que estão sendo confeccionados, ainda neste mês de fevereiro. Serão fabricadas 3 milhões de peças para atender os estudantes. A programação para as primeiras entregas é no início do ano letivo e, enquanto todos não receberem os novos uniformes, o que vai acontecer até maio, os alunos poderão utilizar o modelo anterior.

A secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, visitou as empresas têxteis vencedoras do certame para checar as condições das fábricas que vão atender a demanda. Ela enfatizou que o uso do uniforme escolar é essencial. “Com todos uniformizados, dentro e fora das escolas, há maior segurança porque a farda escolar nos ajuda e facilita na identificação dos estudantes. Estamos muito felizes em poder dar continuidade a esse processo e proporcionar o melhor para todos os nossos alunos”, disse.

Durante a vistoria, foram verificadas instalações administrativas, quadro de funcionários, galpões, depósitos e equipamentos. Além disso, foi acompanhado o processo de confecção, estampagem desde a construção dos fios, fabricação do tecido, tingimento, corte, costura e embalagem das peças para as entregas.

De acordo com a diretora de Assistência à Saúde e Apoio às Políticas Educacionais Complementares (Suape), Celhia Ribeiro, cada estudante receberá um total de sete peças, sendo duas camisetas de mangas curtas, uma regata, duas bermudas, uma calça e um casaco de frio.

A gestora ressalta que, além do enfrentamento à violência, o uniforme traz um sentimento de pertencimento àqueles que não teriam condições de comprar uma peça. “O uniforme identifica os estudantes, além de proporcionar igualdade de condições dentro do grupo e economia das famílias”, afirma Celhia.

Design Final

As especificações das camisetas do novo uniforme seguem na cor Pantone 290 C, um tom de azul. A mudança veio no layout da camiseta de manga curta que anteriormente previa uma bandeira do Distrito Federal, e agora não tem mais. Outra mudança é na frente das camisetas (manga curta e regata), que agora terão a identificação do nome da escola e a região administrativa em que está localizada.

Os detalhes das camisetas também tiveram uma mudança no tom de cor, passaram de azul marinho para o Pantone 19-4052 Classic Blue.

No casaco também foi retirado o desenho da bandeira do DF das mangas e o nome da SEEDF da frente, permanecendo apenas a estampa do brasão do DF. Os shorts, as calças e os casacos também saíram da cor azul marinho para a Pantone 19-4052 Classic Blue.

Por: Agência Brasília

Distrito Federal

Voo de caças em passagem de comando na FAB assusta moradores do DF

Nove modelos de aeronaves sobrevoaram a capital federal em baixa altitude

Publicado

on

Foto: Reprodução

Brasília foi palco de um show de aviação nesta terça-feira (9/1), quando a Força Aérea Brasileira (FAB) realizou um desfile aéreo em homenagem à troca de comando do Comando de Preparo (Comprep). 

Nove modelos de aeronaves sobrevoaram a capital federal em baixa altitude, provocando admiração e curiosidade nos moradores, que registraram o momento nas redes sociais.

Entre os aviões que participaram da cerimônia, estavam o F-39 Gripen, o mais moderno caça da FAB, o F5, o A1, o KC-390, o SC-105 Amazonas, o E-99, o R-99 e o H-60 Black Hawk.

O desfile aéreo marcou a passagem da chefia do Comprep do tenente-brigadeiro do ar Sergio Roberto de Almeida para o tenente-brigadeiro do ar Pedro Luís Farcic, que assumiu o cargo em uma solenidade realizada na Base Aérea de Anápolis (BAAN) e na Base Aérea de Brasília (BABR).

O Comprep é o órgão responsável por preparar os meios aeroespaciais e de Força Aérea para o emprego operacional, visando à defesa da soberania do espaço aéreo e à integração do território nacional.

Veja o vídeo abaixo:

Continue lendo

Entorno

Mulher é atingida por 250kg durante treino de perna em academia

Mulher estava treinando em academia, quando aparelho se soltou e peso de 250kg caiu sobre suas pernas. Caso aconteceu em Formosa, no Entorno

Publicado

on

Foto: Reprodução

Uma mulher de 29 anos sofreu um acidente enquanto malhava em uma academia de Formosa, no Entorno do Distrito Federal, na tarde desta quarta-feira (3/1). Segundo testemunhas, ela estava usando um equipamento de musculação para as pernas, quando o banco de apoio se soltou e os 250kg de peso caíram sobre ela.

O namorado da vítima, que também estava na academia, a retirou do local nos braços e a levou para o estacionamento, onde aguardou a chegada do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO). A mulher estava consciente e orientada, mas reclamava de dores nas pernas.

Os bombeiros prestaram os primeiros socorros e a encaminharam para o hospital mais próximo. De acordo com a corporação, não havia sinais de fratura ou lesão grave nas pernas da vítima. O médico que a atendeu confirmou que se tratava de uma contusão muscular e que ela não precisaria ficar internada.

A academia onde ocorreu o acidente não se pronunciou sobre o caso. A Polícia Civil vai investigar as causas e as responsabilidades pelo ocorrido.

Continue lendo

Distrito Federal

Lamborghini de R$ 5 milhões é o carro com IPVA mais caro do DF

Imposto do veículo é R$ 147 mil, segundo Secretaria de Fazenda. Menor valor de IPVA a ser pago é R$ 23,98, de uma moto asiática Huari Marva UF050; pagamento começa em fevereiro.

Publicado

on

Foto: Reprodução

Um dos carros mais luxuosos e potentes do mundo, a Lamborghini Huracan STO, também é o que tem o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) mais caro do Distrito Federal. Segundo a Secretaria de Fazenda (Sefaz), o proprietário desse veículo terá que desembolsar R$ 147.642,96 para quitar o tributo em 2024.

Esse valor é equivalente a 104 salários mínimos, que atualmente está em R$ 1.412. No entanto, se o dono da Lamborghini optar por pagar o IPVA em parcela única até a data do vencimento, ele terá um desconto de 10% e o valor cairá para R$ 132.878,67.

Em contraste, o menor valor de IPVA a ser pago no DF é de apenas R$ 23,98, referente a uma moto asiática Huari Marva UF050, que custa R$ 1.199. O imposto é calculado com base no valor venal do veículo, que é a média de mercado do preço de venda.

O prazo para o pagamento do IPVA começa em fevereiro e varia de acordo com o final da placa do veículo. O pagamento pode ser feito em até seis parcelas ou em parcela única, desde que o valor não seja inferior a R$ 50. Caso o valor total do IPVA seja menor que R$ 100, o imposto deve ser pago em uma única parcela.

Continue lendo

Popular