conecte-se conosco

Distrito Federal

Violência doméstica: PMDF prende homem que ameaçou matar a mãe

O caso aconteceu em São Sebastião e o agressor tinha como arma uma faca.

Foto: Marcos Santos/USP

Os Policiais Militares do Distrito Federal (PMDF),  foram acionados para atenderem uma ocorrência de doméstica onde um homem estava ameaçando sua mãe. Ao chegarem no local, os policiais se depararam com o autor da agressão trancado em um quarto com um facão e duas facas fazendo a mãe de refém.  

A vítima relatou aos policiais que foi ameaçada pelo filho, o rapaz disse que a mataria caso tentasse chamar a polícia. Durante a negociação, o homem arremessou diversas pedras contra os policiais através da janela, além de tentar atingir os militares com um facão O homem contou com a ajuda de um colchão para se defender.

Após intensa negociação, foi necessário o uso progressivo da força para que o homem se rendesse saindo pela janela. Durante a revista a PM encontrou uma faca na cintura do agressor. O homem foi encaminhado para a UPA e posteriormente para a Delegacia de Polícia para as providências cabíveis.

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre-se de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Clique para comentar

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Distrito Federal

Covid-19: DF começa a vacinar adolescentes de 14 e 15 anos

Previsão é de que haja cerca de 90 mil jovens nessa faixa

Publicado

on

Foto: Rayra Paiva Franco/O Panorama

O Distrito Federal (DF) começa a vacinar, nesta quarta-feira (15), adolescentes de 14 e 15 anos. O avanço para novas faixas etárias foi feito após o recebimento de 77,2 mil doses da vacina Pfizer para a primeira dose.

Com o que ainda resta nos postos de vacinação, pouco mais de 20 mil doses, no total serão mais de 100 mil disponíveis a partir de hoje. A estimativa do governo do Distrito Federal é que haja cerca de 90 mil adolescentes nessa faixa etária.

As pessoas com 16 e 17 anos podem continuar indo aos postos para a imunização, bem como faixas de maior idade. Os pontos de vacinação estão disponíveis no site da Secretaria de Saúde do DF.

Antecipação da segunda dose

Para a segunda dose, o DF vai seguir o calendário dos retornos previstos, com adiantamento até o dia 24 de setembro. Em semanas anteriores, a Secretaria de Saúde adiantou a conclusão do ciclo vacinal pela disponibilidade de doses.

Em entrevista coletiva segunda-feira (13), o subsecretário de Vigilância à Saúde do DF, Divino Valero, afirmou que caso a capital receba mais doses poderá ser anunciado novo adiantamento até o fim desta semana.

Cobertura vacinal

Também na entrevista, o secretário de Saúde, general Pafiadache, destacou a importância da conclusão do ciclo vacinal e de sensibilização das pessoas que receberam a primeira dose para que tomem a segunda nos casos da Coronavac, Pfizer e Oxford/AstraZeneca.

“A gente sempre pede para que pessoas que têm consciência da importância da vacina levem, incentivem quem está em dúvida. É extremamente importante termos uma cobertura vacinal completa”, destacou Pafiadache.

Segundo Valero, o início da aplicação da dose de reforço pode ocorrer ainda nesta semana, quando está prevista a chegada de uma remessa de doses específica para essa finalidade.

Até o momento, o DF aplicou 2 milhões da primeira dose, o que equivale a 79,4% da população adulta da capital e a 67% do conjunto dos moradores. Quanto à segunda dose, foram aplicadas 964,5 mil, correspondendo a 39,32% das pessoas com mais de 18 anos ou a 33,2% do conjunto da população.

Por: Agência Brasil

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Continue lendo

Distrito Federal

Escola Parque da Natureza de Brazlândia completa três anos em espaço provisório

A escola que funciona em local provisório desde 2018 sofreu redução no número de alunos atendidos devido às mudanças.

Publicado

on

Festa no cerrado 2018

A volta às aulas presenciais nas escolas do Distrito Federal marca um novo período na educação pública, com vários obstáculos a serem derrubados por conta do longo período de isolamento social e ensino a distância.

O projeto das escolas parque é uma boa forma de trabalhar de maneira ampla conceitos tão importantes para o desenvolvimento social das crianças e jovens atendidos, mas em Brazlândia o atendimento se limita a pouco mais de 200 alunos na unidade.

Semana de acolhimento aos estudantes (2015)

A Escola Parque da Natureza de Brazlândia iniciou seu projeto ainda em 2014 atendendo mais de mil alunos nos dois turnos de forma intercomplementar do 6° ao 9° ano e em atividades complementares alunos do 1° ao 5° ano. Com o objetivo de desenvolver não apenas a racionalidade das crianças e jovens, mas também múltiplas habilidades sociais e intelectuais a escola oferece oficinas voltadas para quatro pilares: arte, educação ambiental, educação patrimonial e atividade corporal.

Essas oficinas trabalham diversas realidades, momentos de encontro e de exercício da democracia participativa.

Em 2018 a escola passou a funcionar em um espaço provisório com estrutura e espaço menores e consequentemente teve sua capacidade de atendimento limitada a pouco mais de 500 alunos.

Espetáculo Circense produzido com estudantes da EPNBraz (2017)

O início da pandemia limitou ainda mais o serviço oferecido, e mesmo em meio a diversas adaptações para o ensino EaD o corpo docente seguiu acompanhando os alunos anteriormente atendidos na escola.

Mas o principal ponto não é a pandemia, ou as adaptações necessárias para a volta às aulas presenciais. O atual espaço onde a Escola Parque de Brazlândia realiza suas atividades limita significativamente a capacidade de atendimento, comprometendo o desenvolvimento do projeto.

O que deveria ser um espaço provisório completa agora quase três anos em funcionamento. Com estrutura menor e redução também do espaço a equipe de professores faz o possível para manter as atividades com bom desempenho, mas a incerteza sobre um lugar mais apropriado para a escola parque continua limitando a atuação da escola.

A comunidade de Brazlândia também espera que a Escola Parque de Brazlândia volte a atender em ambiente amplo e com melhor estrutura possibilitando assim o atendimento de um maior número de alunos.

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre-se de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Continue lendo

Distrito Federal

Covid-19: Distrito Federal vacinará adolescentes de 14 e 15 anos

Imunização será iniciada nesta quarta-feira

Publicado

on

Foto: Rayra Paiva Franco/O Panorama

O Distrito Federal vai começar a vacinar adolescentes de 14 e 15 anos nesta quarta-feira (15). O avanço para novas faixas etárias foi decidido após o recebimento de 77,2 mil doses da vacina Pfizer para a primeira dose.

Com o que ainda resta nos postos de vacinação, pouco mais de 20 mil doses, no total serão mais de 100 mil doses disponíveis a partir de quarta-feira. A estimativa do governo do Distrito Federal é que haja cerca de 90 mil adolescentes nessas faixas etárias.

Os adolescentes com 16 e 17 anos seguem podendo buscar os postos para se imunizar, bem como faixas etárias mais velhas. A relação dos pontos de vacinação será feita no site da Secretaria de Saúde do DF nesta terça-feira (14).

As informações foram dadas – em entrevista coletiva – por representantes do governo do DF hoje (13).  Já para a segunda dose, o Distrito Federal vai seguir o calendário dos retornos previstos, com adiantamento até o dia 24 deste mês. Em semanas anteriores, a Secretaria de Saúde adiantou a conclusão do ciclo vacinal pela disponibilidade de doses.

Novas doses

Segundo o subsecretário de Vigilância à Saúde do DF, Divino Valero, caso a capital da República receba novas doses, poderá ser anunciado o adiantamento até o fim desta semana.

O secretário de Saúde, general Manoel Luíz Pafiadache, destacou hoje a importância da conclusão do ciclo vacinal e da sensibilização das pessoas que receberam a primeira dose para que voltem para tomar a segunda dose dos imunizantes de duas doses (Coronavac, Pfizer e Oxford/AstraZeneca).

“A gente sempre pede para que pessoas que têm consciência, que percebem a importante da vacina, que levem e incentivem quem está em dúvida. É extremamente importante termos uma cobertura vacinal completa”, destacou.

Segundo o subsecretário Divino Valero, o início da aplicação da dose de reforço deverá ocorrer a partir do dia 15, para quando está prevista a chegada de uma remessa de doses específica para essa finalidade.

Até o momento, o Distrito Federal aplicou dois milhões da primeira dose, o que equivale a 79,4% da população adulta da capital, e 67% do conjunto dos moradores. Quanto à segunda dose, foram aplicadas 964,5 mil, correspondendo a 39,32% das pessoas com mais de 18 anos ou 33,2% do conjunto da população do DF.

Por: Agência Brasil

Para continuar atualizado sobre saúde, política, cultura pop e outros assuntos, lembre de checar nosso site e seguir o nosso perfil do Instagram (@OPanoramaOficial).

Continue lendo

Popular