conecte-se conosco

Distrito Federal

Celina Leão decreta estado de alerta no DF devido as fortes chuvas

A governadora em exercício convocou os secretários do governo para traçar ações de socorro aos atingidos pelas chuvas

Foto: Reprodução

O Distrito Federal enfrenta uma situação de emergência após as fortes chuvas que atingiram várias regiões da capital na terça-feira (2) e na quarta-feira (3). O governo do DF decretou estado de alerta e acionou todos os órgãos de prevenção e atendimento à população em situação de risco. A governadora em exercício, Celina Leão (Progressistas), anunciou a medida em edição extra do Diário Oficial do DF (DODF).

Celina Leão se reuniu com representantes da Defesa Civil, da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), do Corpo de Bombeiros e de administradores regionais das cidades mais afetadas pela chuva. O objetivo é coordenar as ações de socorro e prevenção de novos danos, diante da previsão de mais chuvas para os próximos dias.

Os órgãos responsáveis pelo atendimento da população em situação de risco devem cancelar férias de servidores e deixar equipes “de pronta resposta”. Um grupo de trabalho foi montado e esses órgãos vão atuar juntos para mapear e atuar em todas as regiões afetadas pela chuva durante 24 horas.

O governo do DF informou que as famílias afetadas pelo temporal podem pedir auxílio-aluguel e também receber ajuda de mantimentos, roupas e colchões. Segundo Celina Leão, uma estatística levantada pela Secretaria de Segurança, pelo Corpo de Bombeiros e pela Defesa Civil, aponta que cerca de 60 famílias estão desabrigadas.

A governadora em exercício fez um apelo para que as famílias que moram em áreas de risco saiam de suas casas e procurem abrigo em locais seguros. “Nós estamos com um pronto atendimento dentro de um ginásio que nós determinamos, hoje, aqui nessa reunião, dentro também da Vila Cauhy, um ginásio mais próximo que tem as adequações mais práticas para as famílias, mas há uma resistência muito grande das famílias de saírem do local. A gente faz esse apelo para as famílias que não permaneçam no local”, disse.

As chuvas causaram estragos em diversas regiões do DF. Na Vila Cauhy, moradores tiveram que deixar suas casas durante a noite após o córrego que liga a vila ao Núcleo Bandeirante transbordar. Móveis e eletrodomésticos foram perdidos por causa das inundações. Um idoso e dois cachorros precisaram ser resgatados de barco pelos militares. Ninguém ficou ferido.

Em nota, o governo do DF informou que a Administração Regional do Núcleo Bandeirante está “proporcionando apoio integral” às famílias da Vila Cauhy que foram afetadas pela invasão da água.

Em Arniqueira e no Sol Nascente, ruas ficaram alagadas. Em Taguatinga, a água invadiu a estação do metrô Praça do Relógio.

Distrito Federal

Voo de caças em passagem de comando na FAB assusta moradores do DF

Nove modelos de aeronaves sobrevoaram a capital federal em baixa altitude

Publicado

on

Foto: Reprodução

Brasília foi palco de um show de aviação nesta terça-feira (9/1), quando a Força Aérea Brasileira (FAB) realizou um desfile aéreo em homenagem à troca de comando do Comando de Preparo (Comprep). 

Nove modelos de aeronaves sobrevoaram a capital federal em baixa altitude, provocando admiração e curiosidade nos moradores, que registraram o momento nas redes sociais.

Entre os aviões que participaram da cerimônia, estavam o F-39 Gripen, o mais moderno caça da FAB, o F5, o A1, o KC-390, o SC-105 Amazonas, o E-99, o R-99 e o H-60 Black Hawk.

O desfile aéreo marcou a passagem da chefia do Comprep do tenente-brigadeiro do ar Sergio Roberto de Almeida para o tenente-brigadeiro do ar Pedro Luís Farcic, que assumiu o cargo em uma solenidade realizada na Base Aérea de Anápolis (BAAN) e na Base Aérea de Brasília (BABR).

O Comprep é o órgão responsável por preparar os meios aeroespaciais e de Força Aérea para o emprego operacional, visando à defesa da soberania do espaço aéreo e à integração do território nacional.

Veja o vídeo abaixo:

Continue lendo

Entorno

Mulher é atingida por 250kg durante treino de perna em academia

Mulher estava treinando em academia, quando aparelho se soltou e peso de 250kg caiu sobre suas pernas. Caso aconteceu em Formosa, no Entorno

Publicado

on

Foto: Reprodução

Uma mulher de 29 anos sofreu um acidente enquanto malhava em uma academia de Formosa, no Entorno do Distrito Federal, na tarde desta quarta-feira (3/1). Segundo testemunhas, ela estava usando um equipamento de musculação para as pernas, quando o banco de apoio se soltou e os 250kg de peso caíram sobre ela.

O namorado da vítima, que também estava na academia, a retirou do local nos braços e a levou para o estacionamento, onde aguardou a chegada do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO). A mulher estava consciente e orientada, mas reclamava de dores nas pernas.

Os bombeiros prestaram os primeiros socorros e a encaminharam para o hospital mais próximo. De acordo com a corporação, não havia sinais de fratura ou lesão grave nas pernas da vítima. O médico que a atendeu confirmou que se tratava de uma contusão muscular e que ela não precisaria ficar internada.

A academia onde ocorreu o acidente não se pronunciou sobre o caso. A Polícia Civil vai investigar as causas e as responsabilidades pelo ocorrido.

Continue lendo

Distrito Federal

Lamborghini de R$ 5 milhões é o carro com IPVA mais caro do DF

Imposto do veículo é R$ 147 mil, segundo Secretaria de Fazenda. Menor valor de IPVA a ser pago é R$ 23,98, de uma moto asiática Huari Marva UF050; pagamento começa em fevereiro.

Publicado

on

Foto: Reprodução

Um dos carros mais luxuosos e potentes do mundo, a Lamborghini Huracan STO, também é o que tem o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) mais caro do Distrito Federal. Segundo a Secretaria de Fazenda (Sefaz), o proprietário desse veículo terá que desembolsar R$ 147.642,96 para quitar o tributo em 2024.

Esse valor é equivalente a 104 salários mínimos, que atualmente está em R$ 1.412. No entanto, se o dono da Lamborghini optar por pagar o IPVA em parcela única até a data do vencimento, ele terá um desconto de 10% e o valor cairá para R$ 132.878,67.

Em contraste, o menor valor de IPVA a ser pago no DF é de apenas R$ 23,98, referente a uma moto asiática Huari Marva UF050, que custa R$ 1.199. O imposto é calculado com base no valor venal do veículo, que é a média de mercado do preço de venda.

O prazo para o pagamento do IPVA começa em fevereiro e varia de acordo com o final da placa do veículo. O pagamento pode ser feito em até seis parcelas ou em parcela única, desde que o valor não seja inferior a R$ 50. Caso o valor total do IPVA seja menor que R$ 100, o imposto deve ser pago em uma única parcela.

Continue lendo

Popular