conecte-se conosco

Distrito Federal

Mais de 160 mil raios atingiram o DF, diz levantamento da NeoEnergia

Número de raios até outubro superou o registrado em todo o ano de 2022. Eles foram responsáveis por aproximadamente 700 quedas de luz

Foto: Reprodução

O Distrito Federal viveu um ano eletrizante em 2023. Segundo dados do Climatempo, mais de 160 mil raios caíram na capital federal entre janeiro e outubro, superando o total de 2022. Essas descargas atmosféricas causaram cerca de 700 cortes no fornecimento de energia elétrica, afetando milhares de consumidores.

A Neoenergia Brasília, empresa responsável pela distribuição de energia no DF, informou que os raios podem danificar temporária ou permanentemente os cabos e equipamentos da rede elétrica, além de provocar oscilações na tensão que abastecem as residências e comércios.

“Quando uma descarga atmosférica atinge a rede elétrica, ou mesmo quando cai próximo à rede, gerando indução a distância, pode haver danos temporários ou permanentes em cabos ou equipamentos da rede, além de provocar oscilações na tensão elétrica que abastece residências e comércios”, explicou Antônio Carlos Queiroz, diretor-superintendente Técnico da Neoenergia Brasília.

Para tentar reduzir os impactos dos raios, a empresa disse que realiza a instalação de equipamentos automatizados na rede do DF que promovem o restabelecimento dos circuitos automaticamente. A tecnologia também contribui para o isolamento da área atingida pelos raios, o que possibilita a redução no número de clientes impactados pela falta de energia.

Além dos equipamentos inteligentes instalados na rede, há um plano preventivo para o período chuvoso montado pelo Centro de Operações (COI) da Neoenergia Brasília. Ao identificar a possibilidade de chuvas fortes em alguma região da capital federal, por meio da previsão do tempo, a concessionária inicia o protocolo de ampliação do número de equipes.

Desde o fim de agosto, a distribuidora afirmou ainda que reforçou as equipes em 100% para atuar na operação, dobrando o efetivo de engenheiros, técnicos e eletricistas para atenderem com celeridade os clientes afetados.

A Neoenergia também alertou que os raios podem comprometer as instalações elétricas das residências e recomendou que, durante uma tempestade acompanhada de raios, as pessoas retirem os aparelhos elétricos das tomadas como forma de prevenção a choques e danos nos eletrodomésticos.

A empresa elencou ainda outras medidas de segurança que devem ser adotadas durante os períodos chuvosos e com queda de raios, como evitar ficar ao ar livre, manter uma distância segura da rede elétrica, não instalar, desligar ou remover antenas se estiver chovendo, evitar tocar em objetos que conduzem eletricidades, não se abrigar em locais abertos como sacadas, varandas, toldos, deques etc. e buscar um veículo fechado e fique dentro dele, com as portas e janelas fechadas, sem encostar-se à lataria até a tempestade passar.

Distrito Federal

Voo de caças em passagem de comando na FAB assusta moradores do DF

Nove modelos de aeronaves sobrevoaram a capital federal em baixa altitude

Publicado

on

Foto: Reprodução

Brasília foi palco de um show de aviação nesta terça-feira (9/1), quando a Força Aérea Brasileira (FAB) realizou um desfile aéreo em homenagem à troca de comando do Comando de Preparo (Comprep). 

Nove modelos de aeronaves sobrevoaram a capital federal em baixa altitude, provocando admiração e curiosidade nos moradores, que registraram o momento nas redes sociais.

Entre os aviões que participaram da cerimônia, estavam o F-39 Gripen, o mais moderno caça da FAB, o F5, o A1, o KC-390, o SC-105 Amazonas, o E-99, o R-99 e o H-60 Black Hawk.

O desfile aéreo marcou a passagem da chefia do Comprep do tenente-brigadeiro do ar Sergio Roberto de Almeida para o tenente-brigadeiro do ar Pedro Luís Farcic, que assumiu o cargo em uma solenidade realizada na Base Aérea de Anápolis (BAAN) e na Base Aérea de Brasília (BABR).

O Comprep é o órgão responsável por preparar os meios aeroespaciais e de Força Aérea para o emprego operacional, visando à defesa da soberania do espaço aéreo e à integração do território nacional.

Veja o vídeo abaixo:

Continue lendo

Entorno

Mulher é atingida por 250kg durante treino de perna em academia

Mulher estava treinando em academia, quando aparelho se soltou e peso de 250kg caiu sobre suas pernas. Caso aconteceu em Formosa, no Entorno

Publicado

on

Foto: Reprodução

Uma mulher de 29 anos sofreu um acidente enquanto malhava em uma academia de Formosa, no Entorno do Distrito Federal, na tarde desta quarta-feira (3/1). Segundo testemunhas, ela estava usando um equipamento de musculação para as pernas, quando o banco de apoio se soltou e os 250kg de peso caíram sobre ela.

O namorado da vítima, que também estava na academia, a retirou do local nos braços e a levou para o estacionamento, onde aguardou a chegada do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO). A mulher estava consciente e orientada, mas reclamava de dores nas pernas.

Os bombeiros prestaram os primeiros socorros e a encaminharam para o hospital mais próximo. De acordo com a corporação, não havia sinais de fratura ou lesão grave nas pernas da vítima. O médico que a atendeu confirmou que se tratava de uma contusão muscular e que ela não precisaria ficar internada.

A academia onde ocorreu o acidente não se pronunciou sobre o caso. A Polícia Civil vai investigar as causas e as responsabilidades pelo ocorrido.

Continue lendo

Distrito Federal

Lamborghini de R$ 5 milhões é o carro com IPVA mais caro do DF

Imposto do veículo é R$ 147 mil, segundo Secretaria de Fazenda. Menor valor de IPVA a ser pago é R$ 23,98, de uma moto asiática Huari Marva UF050; pagamento começa em fevereiro.

Publicado

on

Foto: Reprodução

Um dos carros mais luxuosos e potentes do mundo, a Lamborghini Huracan STO, também é o que tem o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) mais caro do Distrito Federal. Segundo a Secretaria de Fazenda (Sefaz), o proprietário desse veículo terá que desembolsar R$ 147.642,96 para quitar o tributo em 2024.

Esse valor é equivalente a 104 salários mínimos, que atualmente está em R$ 1.412. No entanto, se o dono da Lamborghini optar por pagar o IPVA em parcela única até a data do vencimento, ele terá um desconto de 10% e o valor cairá para R$ 132.878,67.

Em contraste, o menor valor de IPVA a ser pago no DF é de apenas R$ 23,98, referente a uma moto asiática Huari Marva UF050, que custa R$ 1.199. O imposto é calculado com base no valor venal do veículo, que é a média de mercado do preço de venda.

O prazo para o pagamento do IPVA começa em fevereiro e varia de acordo com o final da placa do veículo. O pagamento pode ser feito em até seis parcelas ou em parcela única, desde que o valor não seja inferior a R$ 50. Caso o valor total do IPVA seja menor que R$ 100, o imposto deve ser pago em uma única parcela.

Continue lendo

Popular